PrÉ-milenararismo, PÓs-milenarismo e Amilenarismo

Adotamos, neste estudo, a posição pré-milenararista para situar e explicar a Segunda Vinda de Jesus, pelos motivos que explicaremos a seguir. Apresentamos, então, as posições pré, pós e amilenarista.

A posiÇÃo prÉ-milenarista

A posição pré-milenarista afirma que Jesus Cristo voltará literalmente ao final da era da Igreja e governará fisicamente aqui na terra por mil anos. Será nesse reino milenar de Jesus Cristo que a aliança com Israel será totalmente restabelecida e literalmente cumprida. Depois disso, o Filho entregará o reino ao Pai e tal reino se fundirá com o Seu reino eterno, vindo então a Eternidade. Somente esse fato já é uma grande justificativa para se adotar a posição pré-milenarista porque o Filho (Jesus Cristo) nada faz senão o que vê o Pai fazer, e também executa sempre e somente a vontade de Deus Pai, nunca a vontade própria:

“Mas Jesus respondeu, e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente.” (João 5:19)

“Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou.” (João 5:30)

Mesmo assim, os pré-milenaristas divergem entre si quanto à posição do Arrebatamento pré-tribulacionista, pós-tribulacionista e meso-tribulacionista. A grande maioria dos pré-milenaristas adotam o Arrebatamento pré-tribulacionista, que ocorrerá antes do cumprimento da septuagésima semana de Daniel.

Existem muitos motivos para se crer na Segunda Vinda de Cristo pré-milenarista. Citaremos alguns deles:

  • Quando Cristo retornar, Ele ressuscitará os mortos Nele para que reinem com Ele durante o Milênio. Então, não poderá haver Milênio antes que Cristo venha (Apocalipse 20:5)
  • Quando Cristo retornar, Ele separará o joio do trigo. Porém, o Milênio é um tempo de justiça plena e não conterá ímpios. Portanto, a separação do joio e do trigo somente poderá ocorrer antes do Milênio (Mateus 13:40-43)
  • Quando Cristo retornar, Satanás será preso pelos mil anos. Satanás ainda não foi preso. Portanto, não poderá haver Milênio antes que Cristo venha (Apocalipse 20:1-3)
  • Quando Cristo retornar, Ele destruirá o anticristo. Como o anticristo virá antes do Milênio, não poderá haver Milênio antes que Cristo venha (2 Tessalonicenses 2:8, Apocalipse 19:20)
  • Quando Cristo retornar, os judeus serão restaurados à sua terra. Isso é logo antes do Milênio. Portanto, não poderá haver Milênio antes que Cristo venha (Ezequiel 36:24-28; Apocalipse 1:7; Zacarias 12:10)

A posiÇÃo pÓs-milenarista

A posição pós-milenarista defende a idéia de que todos na terra já estarão convertidos ao Evangelho de Cristo antes de Sua Segunda Vinda. Essa posição não crê que o Milênio seria um governo literal de mil anos de Cristo, mas que esses mil anos seriam apenas um período simbólico que representaria a Era da Igreja (que estamos hoje).

Logo, para essa posição, Cristo retornaria depois do Milênio. Essa posição surgiu e ganhou força no período pós-Reforma, quando se acreditava que invariavelmente ocorreria uma evangelização e conversão de toda a população mundial. Foi daí que surgiu a interpretação incorreta de Mateus 24:14:

“E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.”

Ora, o fato do evangelho ser pregado em todo o mundo, não significa que todos automaticamente estarão convertidos. Em Mateus 13:40-43, Jesus afirma claramente que, em seu retorno, separará o joio do trigo, isto é, haverá os que crêem e os que não crêem. Somente esse fato já refuta totalmente a hipótese do pós-milenarismo.

Mas, continuando na linha de pensamento do pós-milenarismo, se gradativamente a população mundial por completo se tornasse cristã antes da volta de Jesus, automaticamente o mundo estaria se tornando cada vez mais um lugar cada vez melhor de se viver até que Jesus encontrasse tudo 100% convertido em sua volta. Esse pensamento vigorou muito bem, até que aconteceram a Primeira e a Segunda Guerra mundial, derrubando por completo essa idéia. E, durante o século XX e XXI, as guerras aumentaram drasticamente.

A posiÇÃo amilenarista

A posição amilenarista defende que não haverá um Milênio literal quando Jesus Cristo retornar. Ela defende que tudo será cumprido entre a primeira e a segunda vindas de Cristo. Essa posição foi introduzida por Agostinho, no século IV e foi adotada, desde então, como a posição dominante na Igreja Católica até hoje. Basicamente, Agostinho ensinou que:

  • O Milênio não seguiria a Segunda Vinda de Cristo
  • O Milênio ocorreria entre a primeira e a segunda vindas
  • A Igreja seria o Reino de Deus e que não haveria cumprimento literal das promessas feitas a Israel

A posição amilenarista também defende que Satanás já teria sido preso na primeira vinda de Cristo, o que obviamente não é verdade. Basta olharmos o noticiário e vemos que a violência está aumentando de tal modo que culminará no aparecimento do anticristo. A Batalha Espiritual do final dos tempos é comprovada.

 

Índice do Estudo do Fim dos Tempos