Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 19 de dezembro de 2003

http://www.estadao.com.br/agestado/noticias/2003/dez/19/169.htm

Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

O líder líbio Muamar Kadafi confirma que seu país buscou produzir armas de destruição em massa, mas que os programas criados nesse sentido serão desmantelados imediatamente, informa o primeiro-ministro britânico Tony Blair. O premier disse que o Reino Unido e os Estados Unidos estão envolvidos em conversações com a Líbia há nove meses.

A Líbia veio a nós em março, após as negociações bem-sucedidas sobre Lockerbie, para ver se poderíamos resolver a questão das armas de destruição em massa numa cooperação semelhante, disse Blair.

A Líbia agora declarou seu intento de desmantelar suas armas de destruição em massa completamente e limitar o alcance de seus mísseis a não mais que 300 km, completou o primeiro-ministro.

Comentário:

Em Ezequiel 38 e 39, está prevista uma invasão da Rússia e seus aliados a Israel, que vai acontecer logo antes ou logo após o arrebatamento. Mas Deus vai proteger a Israel de maneira sobrenatural e vai derrotar totalmente os inimigos de Israel.

Ezequiel 38:2-6

2. Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele.
3. E dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal;
4. E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada;
5. Persas, etíopes, e os de Pute com eles, todos com escudo e capacete;
6. Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do extremo norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo.

A Rússia é mencionada na Biblia como "Gogue, da terra de Magogue". Isto porque quando Ezequiel teve esta visão da parte de Deus, ele usou os nomes das terras de sua época, mas que referenciam hoje a Russia. Da mesma forma, os aliados da Russia serão:

Persas: Árabes
Etíopes: Etiópia
Pute: Líbia
Gômer e Togarma: Turquia

Mais uma vez, os fatos estão convergindo para as profecias, por causa do seguinte fato: A Líbia, país árabe, entrou no fim da semana passada em todos os noticiários defendendo o desarmamento e pedindo para Israel fazer o mesmo. Ora, todo o armamento que a Líbia tem é SOVIÉTICO (antiga URSS), hoje a Russía. Isto já mostra de cara que a Líbia tem mesmo uma aliança com a Rússia, conforme profetizou Ezequiel. Outro fato: Baseando-se na profecia, podemos dizer que a Líbia, que é árabe e sempre odiou a Israel, assim como a Rússia, quer com este fato se mostrar "nação amiga" de Israel, justamente para despistar o governo israelense.

Mas pela profecia, sabemos desta futura invasão, e então já podemos concluir que Líbia, Rússia e os outros aliados estão mesmo tramando alguma coisa contra Israel, passando esta imagem falsa de "nação amiga que tem consciência de desarmar-se belicamente", mas quer saber sobre os armamentos de Israel.

Irmãos, vigiemos e oremos, porque a hora pode estar mais próxima do que imaginamos.

A Paz do Senhor a todos!

Últimas Notícias