Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 04 de março de 2004

http://www.estadao.com.br/agestado/noticias/2004/mar/05/93.htm

 

 

Maioria israelense não confia em Sharon. Pede sua renúncia

Jerusalém - A credibilidade de Ariel Sharon chegou a seu nível mais baixo em três anos, com 57% dos israelenses afirmando que ele não é confiável como primeiro-ministro e 53% considerando que ele deveria renunciar, segundo uma pesquisa publicada hoje (05).

Sharon esteve no meio de uma nova tempestade política esta semana, quando foi revelado que ele teve negócios com o ex-sogro de um obscuro ex-coronel que fez parte de uma troca de prisioneiros com o grupo libanês Hezbollah. Sharon também está sendo investigado em dois casos de corrupção, e o procurador-geral avalia se irá indiciar o premier.

Segundo a pesquisa publicada no jornal Yediot Ahronot, 57% dos 501 entrevistados não consideram Sharon um primeiro-ministro confiável, contra os 51% do mês anterior. No início de seu mandato em 2001, apenas 20% não confiavam em Sharon.

Outros 53% disseram que Sharon deve renunciar, enquanto 43% afirmaram o contrário. Na pesquisa de fevereiro, 46% pediam a renúncia de Sharon, contra 51% que defendiam sua permanência.

Comentário:

Como vimos, o líder israelense Ariel Sharon não consegue conter o caos estabelecido em seu território. Provavelmente, o próximo líder, caso Ariel Sharon renuncie, também não conseguirá promover a paz em Israel a não ser que ele seja ou Jesus (com a verdadeira paz), ou o anticristo.

Infelizmente, o anticristo vai conter o caos por um certo tempo, conforme as profecias bíblicas. Árabes e judeus, conforme Daniel 9:27 farão um acordo de paz (falsa paz) com o anticristo, dando início ao período de Tribulação (clique para saber mais sobre este estudo).

Todos os eventos estarão se convergindo para se cumprir exatamente o que está no livro de Apocalipse.

A Paz do Senhor a todos!

Últimas Notícias