Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 1 de junho de 2004

http://www.estadao.com.br/agestado/noticias/2004/jun/01/52.htm

Conselho de Governo do Iraque se dissolve

Bagdá - O Conselho do Governo Iraquiano, escolhido pelos EUA, dissolveu-se nesta terça-feira após o anúncio dos nomes do governo interino, informou o conselheiro de segurança nacional do Iraque, Mowaffak al-Rubaie. A missão do Conselho era assessorar a Autoridade Provisória da Coalizão, liderada pelos EUA, que entregará o controle do país ao governo interino em 30 de junho.

O Conselho de Governo também deveria ser mantido até 30 de junho, mas, segundo uma autoridade norte-americana, foi dissolvido para que o novo governo começe a assumir imediatamente suas responsabilidades.

O enviado das Nações Unidas ao Iraque, Lakhdar Brahimi, anunciou hoje que o xeque Ghazi al-Yawar foi nomeado presidente interino, função amplamente cerimonial. Al-Yawar, muçulmano sunita, foi crítico à política norte-americana no Iraque. Ele foi escolhido para o cargo de presidente depois que Adnan Pachachi, membro do Conselho do Governo, rejeitou sua indicação pelo administrador norte-americano Paul Bremer e pelo enviado da ONU.

Al-Yawer, que era presidente do Conselho do Governo, é graduado na Universidade Saudita de Petróleo e Minerais e na Universidade de Georgetown. É um respeitado membro da tribo Shammar, uma das maiores na região do Golfo Pérsico, que inclui clãs xiitas. Al-Yamar conta com o apoio de membros xiitas e curdos do Conselho do Governo.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Mais um passo para o cumprimento das profecias bíblicas foi realizado hoje. Começa o novo governo iraquiano. A era de Saddam Hussein, que começou em 1969, enfim termina.

A Bíblia afirma que a Babilônia fará parte dos sete anos de Tribulação, segundo o livro de Apocalipse. O anticristo governará o mundo durante estes sete anos desde a Babilônia e será derrotado por Jesus Cristo, em seu aparecimento glorioso. O Senhor Jesus também derrotará o falso profeta e Satanás.

A Babilônia está situada a cerca de 80km de Bagdá e foi totalmente reconstruída por Saddam Hussein (clique aqui para mais informações), cumprindo outra profecia bíblica. Com a saída de Saddam, o caminho se abre para que no futuro, o anticristo habite na Babilônia reconstruída. Este novo governo, ou um governo futuro depois deste que começa hoje, tem a tendência de não repetir as atrocidades de Saddam.

Portanto, apesar da suposta "soberania" deste novo governo iraquiano, existirá sempre a abertura para a influência política ocidental (especialmente as influências americana e britânica). Isto abre pleno caminho para o cumprimento das profecias do final dos tempos na região da Babilônia.

A Paz do Senhor a todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

27/05/2004 - Países propõem dar mais poder ao governo do Iraque

12/04/2004 - EUA estão sem saída no Iraque, diz historiador

16/12/2003 - Prisão de Saddam Hussein - por que este fato se encaixa no contexto do final dos tempos?

Últimas Notícias