Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 09 de julho de 2004

Terror faz o preço do petróleo ultrapassar US$ 40

http://www.estadao.com.br/economia/noticias/2004/jul/08/104.htm

Nova York - Os contratos de petróleo para agosto romperam a barreira dos US$ 40,00 o barril pela primeira vez em mais de um mês em Nova York, depois que o Departamento de Segurança dos EUA sinalizou que a rede terrorista Al-Qaeda pode estar preparando algum ataque de grande porte no país. A alta deixou o mercado brasileiro nervoso. O dólar sobe quase 1% e a bolsa está em baixa superior a 1%. Além do terrorismo, a crise bancária na Rússia também prejudica os negócios.

A alta do petróleo reforçou o padrão de compra do mercado que já existia antes que surgimento das preocupações com terroristas, apesar do relatório do Departamento de Energia dos EUA ter apontado um acentuado crescimento dos estoques comerciais na semana passada - especialmente de gasolina e óleo para aquecimento.

"Informes críveis agora indicam que a Al-Qaeda está avançando com seus planos para realizar ataques de larga escala nos EUA num esforço para desestabilizar nosso processo democrático", disse o secretário de Segurança Doméstica, Tom Ridge.

Comentário:

Esta notícia confirma que, basta que um evento negativo ocorra em qualquer parte do mundo, que toda a economia mundial fica comprometida. É o caso dos atos terroristas. Estas ameaças praticamente afetam todos os setores econômicos. Nunca, na história, houve um cenário como este. Isto cumpre o que foi profetizado em Tiago 5:1-6 (clique em economia mundial em crise  para mais detalhes da profecia):

"Eia agora, vós ricos, chorai e pranteai, por causa das desgraças que vos sobrevirão. As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão roídas pela traça. O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e devorará as vossas carnes como fogo. Entesourastes para os últimos dias. Eis que o salário que fraudulentamente retivestes aos trabalhadores que ceifaram os vossos campos clama, e os clamores dos ceifeiros têm chegado aos ouvidos do Senhor dos exércitos. Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações no dia da matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resiste."

Economias antes tidas como sólidas, como a dos EUA e da comunidade européia, ficam altamente vulneráveis por conta dos atos terroristas.

Volto a lembrar que a Bíblia afirma o seguinte: durante a Tribulação, a economia será unificada nas mãos do anticristo, o qual controlará o que cada um compra e vende através da marca da besta. Percebam que a tendência do cenário econômico atual é convergir para uma única economia. A união européia aumentou o número de países associados. Praticamente todas as economias mundiais estão atreladas ao dólar americano e/ou ao euro.

Mais uma vez, as profecias do fim dos tempos estão se cumprindo. Jesus está voltando em breve!

A Paz do Senhor a todos!

Outras notícias relacionadas ao mesmo tema:

17/05/2004 - Bolsa da Índia tem maior queda em seus 129 anos

11/05/2004 - Bolsas caem em todo mundo; risco Brasil chega a 808 pontos

28/04/2004 - Terrorismo chega à Síria e derruba mercados emergentes

Últimas Notícias