Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 09 de novembro de 2004

Inspetor da ONU alerta para o risco do terrorismo nuclear

http://www.estadao.com.br/agestado/noticias/2004/nov/08/101.htm

Sydney, Austrália - O mundo está numa "corrida contra o tempo" para evitar que armas nucleares caiam nas mãos de terroristas, o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Mohammed ElBaradei. O chefe da agência de controle nuclear da ONU crê que o mundo não está preparado para lidar com um ataque nuclear ou radioativo promovido por terroristas, e tem de se apressar e endurecer as medidas internacionais de não-proliferação, a fim de evitar tal possibilidade.

"Estamos numa corrida contra o tempo porque é algo para o qual não estamos preparados", estimou ElBaradei. "Temos de cruzar os dedos e torcer para que nada aconteça". Falando nos bastidores de uma conferência internacional sobre segurança nuclear na Austrália, ElBaradei disse que as investigações promovidas pela AIEA sobre os supostos programas de armas nucleares da Líbia e Irã revelaram a existência de um grande mercado negro mundial para materiais radioativos.

Houve mais de 600 casos confirmados de tráfico de materiais radioativos e nucleares desde 1993, contou. "Temos de fazer tudo que podemos para trabalhar neste novo fenômeno chamado terrorismo nuclear, que saltou aos nossos olhos depois do 11 de setembro, quando percebemos que os terroristas se tornaram mais sofisticados e têm demonstrado interesse em materiais nuclear e radioativo", advertiu. A ameaça é "real e atual", disse.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Estamos vivendo, em pleno século XXI, talvez a maior instabilidade de todos os tempos em relação à paz mundial. Se visualizarmos um mapa-múndi e começarmos a apontar cada país que esteja em guerra nos dias atuais, certamente nos surpreenderemos com a quantidade de conflitos armados mundiais. Apenas para começar a detalhar o cenário mundial atual: existem guerras hoje no Haiti, no Iraque, no Afeganistão, no Sudão, na Costa do Marfim etc.

Não podemos nos esquecer do terrorismo, que acaba expandindo a guerra ao mundo inteiro através do medo, uma das principais armas intimidadoras de Satanás nos tempos atuais.

Este fato segue à risca o sinal das guerras e rumores de guerras, dito pelo próprio Senhor Jesus em Mateus 24:6-8:

"E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores."

Jesus deixou claro que, logo antes de sua segunda vinda, este, entre outros sinais  aconteceria. E Deus, como sempre, é fiel e cumpre à risca suas profecias. Com esta onda de terrorismo nunca antes vista na história da humanidade, a ameaça nuclear chega ainda mais forte, comprovando as profecias bíblicas sobre o final dos tempos.

E isto enfatiza ainda mais a nossa responsabilidade, como Corpo de Cristo, de pregar o evangelho, para que as pessoas sejam conduzidas a Jesus Cristo, para se encontrarem com Ele em sua segunda vinda.

Estude mais sobre o sinal das guerras e rumores de guerras, clicando aqui.

Estude sobre os sinais do fim dos tempos clicando aqui.

A Paz do Senhor a todos!

Outras notícias relacionadas ao mesmo tema:

27/09/2004 - Espanhóis estão menos preocupados com o terrorismo

14/09/2004 - Carro-bomba explode em Bagdá e mata pelo menos 32

04/09/2004 - Mais de 300 corpos retirados de escola na Rússia

02/09/2004 - Número de mortos Moscou chega a 10 e pode subir

27/08/2004 - Autoridades russas confirmam terrorismo em queda de avião

09/07/2004 - Terror faz o preço do petróleo ultrapassar US$ 40

17/05/2004 - Bolsa da Índia tem maior queda em seus 129 anos

11/05/2004 - Bolsas caem em todo mundo; risco Brasil chega a 808 pontos

28/04/2004 - Terrorismo chega à Síria e derruba mercados emergentes

Últimas Notícias