Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 24 de março de 2005

http://www.estadao.com.br/internacional/noticias/2005/mar/23/208.htm

Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

Argel - Num discurso de uma hora na sessão de encerramento da Reunião de Cúpula da Liga Árabe, o líder líbio Muamar Kadafi disse nesta quarta-feira que palestinos e israelenses nunca resolveram o conflito entre eles porque são "idiotas". "Eles (os israelenses) proclamaram um Estado unilateralmente. Isto não é válido e não pode ser reconhecido", discursou Kadafi. "Não fique bravo, Abu Mazen (Mahmud Abbas, presidente da Autoridade Palestina, que assistia ao discurso), mas os palestinos são idiotas e os israelenses são idiotas".

Na platéia, Abbas reagia ao discurso de Kadafi com gargalhadas. "Ariel Sharon (primeiro-ministro de Israel) é um inimigo de seu próprio povo e suas ações vão contra os interesses de seu povo", prosseguiu Kadafi. "A solução está na formação de um único Estado. Três ou quatro milhões de palestinos deveriam voltar e os israelenses deveriam ser desarmados e o problema estaria resolvido".

No documento final do encontro, os membros da Liga Árabe exigem de Israel a aceitação da doutrina de "terra por paz", segundo a qual os israelenses devem abandonar os territórios ocupados a partir de 1967 em troca de reconhecimento e estabelecimento de relações com seus vizinhos árabes. Na declaração, a Liga Árabe pede também à ONU que defina o conceito de terrorismo e evitaram temas polêmicos, como o papel dos EUA na evolução da democracia na região e a presença das tropas sírias no Líbano. A liga manifestou apoio à Síria diante das pressões econômicas dos EUA.

Sobre o tema, o secretário-geral da ONU, Kofi Annan - que participou da cúpula árabe como convidado e também discursou na sessão de hoje -, disse ter ficado satisfeito por ter obtido do presidente sírio, Bashar Assad, o compromisso de que suas tropas deixarão o Líbano antes das próximas eleições.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

O posicionamento de Muamar Kadafi mostra-se claramente ser contra Israel. Esta atitude confirma a profecia bíblica, revelada por Deus a Ezequiel, em  Ezequiel 32:2-6:

"Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal. E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada. Persas, etíopes, e os de Pute com eles, todos com escudo e capacete Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do extremo norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo.

De acordo com a profecia, Gogue e seus aliados tentarão invadir Israel no final dos tempos. Segundo a história, temos que:

Gogue e Magogue: Rússia
Persas: Países Árabes
Etíopes: Etiópia
Pute: Líbia

Gômer e Togarma: Turquia e muito provavelmente o Irã, pois estes povos correspondem aos territórios destes dois países atuais

Portanto, a Bíblia cita que a Rússia, em articulação com os países acima, tentarão invadir Israel em um determinado momento próximo. Não é a primeira vez que Kadafi expressa hostilidade contra Israel, o que torna evidente que esta profecia está prestes a se cumprir.

Para quem ainda não sabe, todo armamento líbio tem procedência russa.

Porém, em Ezequiel 38 e 39, a Palavra de Deus relata que o Senhor protegerá Israel de maneira sobrenatural, fazendo com que estes inimigos sejam humilhados e destruídos. Esta é a prova que Deus não desistiu do povo judeu e quer mostrar a todos, sem exceção, que Jesus Cristo é o verdadeiro messias.

Clique aqui e aprenda mais sobre este sinal do fim dos tempos.

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias