Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 03 de novembro de 2005

http://www.estadao.com.br/internacional/noticias/2005/nov/02/74.htm

Hamas diz que não renovará trégua com Israel

Cidade de Gaza - Foguetes voltam a ser disparados de Gaza contra Israel, no mesmo dia em que o grupo extremista Hamas afirma que não renovará a trégua mantida há nove meses com o governo israelense. A trégua foi negociada pelo Egito, e espera-se que as autoridades egípcias convidem em breve as organizações extremistas para discutir uma prorrogação do acordo.

Após o anoitecer de hoje, dois tiros de morteiro explodiram na cidade israelense de Netiv Haasara, vindos de Gaza. Os disparos foram feitos a partir da Faixa de Gaza. Segundo os serviços de resgate, cinco civis sofreram ferimentos leves.

Em resposta, a artilharia israelense bombardeou áreas no norte de Gaza, informam fontes militares. Não há informe de vítimas. Desde que Israel se retirou de Gaza, a resposta aos foguetes palestinos tem sido dura.

Na terça-feira, um militante do Hamas e um importante membro de outro grupo extremista foram mortos num ataque aéreo israelense. "Face à agressão sionista, ninguém deve sequer sonhar com a renovação desta trégua", disse um porta-voz do Hamas, Mushir al-Masri.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Mesmo após Israel se retirar da Faixa de Gaza, o conflito na região continua. Palestinos e israelenses continuam a guerra pela demarcação dos seus territórios e pela predominância religiosa na região, confirmando a profecia bíblica de que o caos continuará até a aparição do anticristo e o seu falso acordo de paz com Israel.

A Bíblia prevê que somente o anticristo é quem promoverá a paz (na realidade uma falsa paz), assinando um acordo com Israel por sete anos, iniciando a Tribulação:

  • Daniel 9:27
    "Este rei fará um acordo com o povo, de sete anos; mas depois de decorrer metade desse tempo, denunciará o tratado e proibirá os judeus de fazerem qualquer sacrifício ou oferta; posteriormente, como cúmulo das suas terríveis acções, o inimigo profanará completamente o santuário de Deus. Mas quando chegar o tempo determinado nos planos de Deus, o julgamento do Senhor será derramado sobre esse assolador visão de Daniel de um homem."

A verdadeira paz em Israel será trazida por Jesus Cristo, o verdadeiro Messias, o Ungido, em seu Aparecimento Glorioso, logo após os sete anos de Tribulação. Nesse momento, em 2 Tessalonicenses 2:8, a Palavra afirma que Jesus, por ser infinitamente poderoso (aleluia!), matará o anticristo com o sopro de sua boca, estabelecendo seu governo de mil anos de paz:

"Então será revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e destruirá pela manifestação de sua vinda."

Deus precisa que oremos por Israel, irmãos. É nossa obrigação como cristãos. Orem pelos judeus e pelos palestinos.

Fiquemos atentos e firmes em Cristo, pois o cenário mundial já está formado para a aparição do anticristo no cenário político mundial. Significa que o Arrebatamento pode estar bem próximo de acontecer, pois segundo a Palavra de Deus, a Tribulação vem DEPOIS do Arrebatamento.

Estude a respeito dos sinais do final dos tempos clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

12/09/2005 - Palestinos comemoram saída de Israel da Faixa de Gaza

19/08/2005 - Colonos evacuados pretendem acampar diante do Muro das Lamentações

13/05/2005 - Israel celebra Dia da Independência

17/01/2005 - Sharon manda intensificar ação contra palestinos

19/11/2004 - Sharon abre mão de condições para negociar paz com palestinos

11/11/2004 - Anunciada oficialmente a morte de Arafat

07/09/2004 - Israel recomeça a construção de muro de separação

11/08/2004 - Israel ataca cidade ao sul da Faixa de Gaza

29/07/2004 - Muro de Israel vai invadir a Cisjordânia, diz governo

23/03/2004 - Além de Arafat, chefe do Hezbollah também é alvo de Israel

05/03/2004 - Maioria israelense não confia em Sharon. Pede sua renúncia

11/02/2004 - Quatro palestinos mortos em conflito em Gaza

09/02/2004 - Palestinos ameaçam proclamar seu Estado independente

25/11/2003 - Israel prevê "Plano de Paz" sem a criação do Estado Palestino

Últimas Notícias