Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 25 de setembro de 2006

http://www.estadao.com.br/ultimas/mundo/noticias/2006/set/25/19.htm

Vice-presidente do Irã viaja à Rússia para assinar acordo nuclear

Russos alegam que cooperação acontece com o respaldo da Agência Internacional de Energia Atômica

Moscou - O vice-presidente iraniano, Gholam Reza Aghazadeh, também chefe do Organismo de Energia Atômica do Irã (OEAI), chega nesta segunda-feira à Rússia para assinar um acordo de cooperação Nuclear.

Gholam Reza se reunirá com o chefe da Agência Atômica Russa (Rosatom), Serguei Kiriyenko, com o qual selará um documento para a implementação da central de Bushehr, construída por engenheiros russos nas margens do Golfo Pérsico, informou a agência oficial russa "Itar-Tass".

No documento, serão fixados os prazos definitivos para o arranque do primeiro reator e a conexão da usina atômica à rede geral. Além disso, ambas as partes devem definir as datas para a provisão de combustível nuclear, que deve ser produzido seis meses antes do arranque do reator, aproximadamente em março do próximo ano.

A Rússia assinou no começo de 2005 um acordo com o Irã para a provisão de combustível nuclear para Bushehr e um protocolo adicional sobre a devolução do material usado.

O chefe de Rosatom adiantou na semana passada, em Viena, que "a planta entraria em funcionamento em setembro do próximo ano e será conectada à rede geral dois meses mais tarde".

Além disso, Kiriyenko negou qualquer vinculação entre este projeto e a atual crise nuclear iraniana, já que "não existe nenhum risco de enriquecimento nas instalações de Bushehr e de uso de materiais nucleares com outros fins, além dos pacíficos".

A central de Bushehr, de 1.000 megawatts de potência, está localizada a doze quilômetros da cidade de mesmo nome, nas margens do Golfo Pérsico.

O contrato para a construção da fábrica de Bushehr, que começou a ser erguida em 1975 pela companhia alemã Siemens e não foi concluída em função da explosão da Revolução Islâmica (1979), foi assinado por russos e iranianos em 1995 pelo valor de US$ 780 milhões.

A Rússia alega que sua cooperação com o Irã em matéria nuclear acontece com o respaldo da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). Moscou afirma também está disposta a construir novas centrais na república islâmica.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

A aliança inimiga prevista em Ezequiel 38 que tentará invadir Israel no final dos tempos já é uma realidade. O Irá tem aliança sólida com a Rússia e comprova que tal aliança de Ezequiel 38 já existe hoje e está em plena atividade.

Ezequiel 38:2-6, conforme Deus revela ao profeta Ezequiel:

"Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal. E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada. Persas, etíopes, e os de Pute com eles, todos com escudo e capacete Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do extremo norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo."

Segundo os historiadores, estes povos correpondem a:

Gogue e Magogue: Rússia
Persas: Países Árabes (inclusive o Irã)
Etíopes: Etiópia
Pute: Líbia
Gômer e Togarma: Turquia e Irã, pois estes povos correspondem aos territórios destes destes dois atuais países

Mesmo que a Rússia afirme que a cooperação nuclear tem fins pacíficos, sabemos, pela profecia da Palavra de Deus, que em breve tentará invadir Israel, com o auxílio dos outros membros da aliança inimiga acima denunciada. Por isso destacamos algumas partes da notícia em vermelho.

É necessário vigiarmos duplamente, porque o cenário para os eventos finais que antecedem a Segunda Vinda de Cristo já está sendo montado. Em breve, acontecimentos importantíssimos tomarão lugar, o que indica para nós que o Arrebatamento está iminência de ocorrer.

Nota: Queremos deixar claro que não temos nada contra o povo iraniano, chinês ou qualquer outro povo de origem árabe ou russa. Os acontecimentos aqui citados dizem respeito a governos, líderes, manobras políticas vindas de governantes, e não ao povo em geral. Nosso papel é alertar a respeito do cumprimento das profecias bíblicas que antecedem o Arrebatamento, a Tribulação e o Aparecimento Glorioso de Cristo.

Clique aqui e aprenda mais sobre este sinal do fim dos tempos.

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui .

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2004 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias