Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 06 de novembro de 2006

http://www.estadao.com.br/ultimas/mundo/noticias/2006/nov/06/86.htm

 Israel se prepara para guerra com a Síria em 2007  Dos cinco cenários previstos pelos generais israelenses, o de uma guerra contra Síria e o Hezbollah é o que o Estado-Maior considera mais provável 

JERUSALÉM - O Exército israelense começou a se preparar para uma possível guerra contra a Síria e a milícia xiita libanesa do Hezbollah no verão de 2007 e por isso congelou uma série de planos destinados à reorganização de suas fileiras e à prevista redução do serviço militar obrigatório, segundo o jornal Ha´aretz.

Os cálculos citados nos documentos analisados pelo Estado-Maior do Exército israelense são de que a Síria e o Hezbollah lançarão uma guerra contra Israel em julho, segundo a edição desta segunda-feira do jornal.

De acordo com a publicação, os membros do Estado-Maior do Exército israelense realizaram várias reuniões nas últimas semanas, nas quais expuseram suas considerações sobre a delicada situação na região, em geral, e na fronteira com o Líbano e a Síria, em particular.

Dos cinco cenários previstos pelos generais israelenses, o de uma guerra contra Síria e Hezbollah, ambos respaldadas pelo Irã, é o que o Estado-Maior considera mais provável.

Os altos comandantes militares israelenses, ainda segundo a versão do diário, não podem prever quando essa hipotética disputa se iniciaria, mas acham que o período mais vulnerável vai de abril a agosto de 2007. Por isso, decidiram não correr riscos e estar preparados até então.

Os preparativos incluem uma série de decisões a curto e médio prazo, entre elas a de deixar em suspenso a aplicação das reduções na prestação do serviço militar obrigatório dos jovens, agora estipulado em 36 meses para os homens e 24 para as mulheres.

O ministro da Defesa anterior, Shaul Mofaz, havia decidido reduzir o serviço militar em entre quatro e oito meses.

O Exército israelense considera que com a atual composição de forças poderá dedicar seus recursos a treinar em um curto período de tempo as diferentes divisões que, em caso de guerra com a Síria, deverão entrar em combate.

O recente conflito no Líbano, em julho e agosto, deixou em evidência a falta de preparação das divisões reservistas israelenses, que sofreram numerosas baixas e não cumpriram todos os Objetivos.

O Exército israelense não suspenderá por enquanto a linha de produção do carro de combate Merkava-4, como estava previsto, já que o conflito contra o Hezbollah demonstrou ao Exército israelense que não pode confiar nas versões anteriores do veículo - a 2 e a 3 -, vulneráveis aos mísseis em poder da milícia.

O jornal acrescenta que outro preparativo, este em um prazo de três anos, será o de desenvolver um sistema capaz de interceptar mísseis terra-terra de médio alcance como os que a guerrilha libanesa disparou contra as cidades de Haifa e outras mais ao sul.

No longo prazo está a possível decisão de que o Comando para a Retaguarda passe de mãos militares a civis, frente ao fracasso do Exército para proteger e evacuar cerca de 700 mil civis que ficaram sob uma chuva de mísseis disparados do Líbano.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

A situação caótica no Oriente Médio está em uma escalada sem precedentes, armando o cenário exato da aparição do anticristo como um líder que traria a "verdadeira" paz à região. Dois fatores importantíssimos são denunciados aqui:

  1. O caos na região favorecerá o levante do anticristo em breve, propondo uma falsa paz em Daniel 9:27, iniciando o período de Tribulação, enganando a todos e se fazendo passar pelo messias, lugar de honra que é de Jesus Cristo
  2. A aliança inimiga de Ezequiel 38 contra Israel está cada vez mais evidente ao longo do tempo. Temos constantemente avisado acerca deste assunto de importância fundamental nas profecias acerca do Final dos Tempos. Clique aqui para ler notícias anteriores a respeito.

Os dois fatores nos levam a concluir que o Arrebatamento está realmente muito próximo de ocorrer.

É fundamental orarmos e vigiarmos em dobro pois os eventos estão convergindo exatamente para o ponto de cumprimento do literal do livro de Apocalipse. Jesus está realmente voltando!

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

20/10/2006 - "Israel foi criado para engolir a região", diz Ahmadinejad

25/08/2006 - Israel se prepara para iminência de guerra contra Síria e Irã

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2004 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias

1