Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 08 de dezembro de 2006

http://www.estadao.com.br/ultimas/mundo/noticias/2006/dez/08/59.htm

Premier palestino afirma que jamais reconhecerá Israel

"O mundo da arrogância e os sionistas querem impor injustamente um cerco ao povo palestino e nos pedem que reconheçamos a ocupação de nossa terra"

TEERÃ - O primeiro-ministro palestino, Ismael Haniye, afirmou nesta sexta-feira em Teerã que seu governo, liderado pelo grupo Hamas, nunca reconhecerá Israel, informou a agência iraniana estatal Irna.

O dirigente palestino, que iniciou nesta quinta-feira uma visita de quatro dias a países da região para conseguir apoio político e econômico, pronunciou tais palavras durante o sermão oficial das sextas-feiras na Universidade de Teerã. "Não reconheceremos o regime sionista de ocupação sob nenhum conceito", disse Haniye, que insistiu, também, em que o Hamas não renunciará jamais à luta armada até que se consiga "a libertação de Jerusalém".

"Não abandonaremos nossa jihad (guerra santa) até conseguir a libertação completa de Jerusalém e da Palestina", afirmou Haniye. "Nós somos os fiéis guardiães da terra islâmica da Palestina", acrescentou.

"O mundo da arrogância e os sionistas (o governo de Israel) querem impor injustamente um cerco ao povo palestino e nos pedem que reconheçamos a ocupação de nossa terra", disse o primeiro-ministro palestino.

"Pedem a nós que renunciemos à jihad e respeitemos os acordos que assinaram antes (o governo israelense e o palestino antes da chegada do Hamas ao poder, em março)", assinalou o líder palestino.

Haniye acrescentou que os Estados Unidos e Israel acham que o povo palestino está só. "Estão equivocados, nós palestinos somos parte da nação islâmica", afirmou. Para o dirigente do Hamas o povo palestino também está do lado da República Islâmica do Irã e ambos lutam com uma só voz contra as pressões dos EUA e de Israel.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

O caos no Oriente Médio continua em alta. Vemos, pela notícia acima, que a questão do conflito entre palestinos e judeus está praticamente insolucionável, do ponto de vista humano.

Tal fato nos alerta de que estamos caminhando a passos rápidos para o cumprimento das profecias descritas no livro de Apocalipse, ou seja, o período de Tribulação. O anticristo surgirá exatamente nesse cenário e proporá um acordo de paz com Israel, conforme Daniel 9:27, iniciando o período de Tribulação, enganando a todos.

A Bíblia afirma em 2 Tessalonicenses 2 que o anticristo operará segundo a eficácia de Satanás e fará falsos milagres e sinais, levando muitos a acreditarem nele.

Concluimos que o Arrebatamento está realmente muito próximo de ocorrer.

Fiquemos atentos, pois os eventos estão milimetricamente convergindo para culminar no Glorioso Aparecimento de Jesus Cristo, em breve.

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

22/11/2006 - Israel aprova ataques mais contundentes contra Gaza

20/10/2006 - "Israel foi criado para engolir a região", diz Ahmadinejad

25/08/2006 - Israel se prepara para iminência de guerra contra Síria e Irã

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2004 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias