Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 18 de abril de 2007

http://www.estadao.com.br/ultimas/mundo/noticias/2007/abr/18/27.htm

Ahmadinejad ameaça 'cortar as mãos' de agressores do Irã

Em desfile militar, presidente afirmou ainda que seu país procura estabelecer relações de amizade com todas as nações, com exceção de Israel

TEERÃ - O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, avisou nesta quarta-feira, 18, que o Exército iraniano "cortará as mãos de qualquer agressor", enquanto afirmava que seu país procura estabelecer relações de amizade com todas as nações, com exceção de Israel.

Ahmadinejad fez a declaração durante um desfile militar, nesta quarta-feira, em Teerã, por ocasião do Dia do Exército.

"A tarefa do Exército é defensiva e não agressiva, mas está completamente preparado para cortar as mãos de qualquer agressor", disse o governante iraniano. O seu discurso foi transmitido pelas emissoras de rádio e televisão iranianas, inclusive o canal por satélite Alalam, em árabe.

Ahmadinejad reafirmou que a República Islâmica "quer estabelecer sólidas relações com seus vizinhos, com os países da região e de todo o mundo, e estende suas mãos para ter relações de amizade com todos os povos, com exceção da entidade sionista (Israel)", que o governo iraniano não reconhece.

Ele também afirmou que as Forças Armadas de seu país "atingiram a auto-suficiência na produção de material militar moderno, apesar do embargo" americano.

O Conselho de Segurança da ONU adotou em março uma resolução com sanções para obrigar o Irã a suspender o enriquecimento de urânio. Mas Teerã insiste que "não dará marcha à ré", que seu programa é "pacífico" e que a tecnologia nuclear é "um direito legal" de seu povo.

O desfile militar desta quarta-feira, realizado sob estritas medidas de segurança, contou com unidades de terra, mar e ar do Irã, inclusive pára-quedistas, com a apresentação de "modernos equipamentos defensivos".

O Exército mostrou diferentes modelos de mísseis terra-terra, embarcações, aviões sem piloto, helicópteros, tanques e veículos blindados, além de equipamentos eletrônicos.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

O presidente iraniano agora passou a declarar publicamente e de forma freqüente sua posição como inimigo de Israel. Ele diz que é "uma posição defensiva", mas sua real postura é agressiva. Tal hostilidade confirma mais uma vez que, no final dos tempos, haverá uma aliança inimiga contra Israel. Com o passar dos anos, a aliança inimiga torna-se cada vez mais nítida, mostrando que a profecia bíblica jamais falha.

O profeta Ezequiel escreve sobre uma aliança inimiga em Ezequiel 38 que tentará invadir Israel no final dos tempos. O presidente do Irã já vem há tempos emitindo declarações de provocação a Israel. Chegou a declarar certa vez que o holocausto da Segunda Guerra era mentira, um mito.

A única razão pela qual o presidente do Irã deu ordem para o país avançar em tecnologia nuclear é o seu ódio por Israel, o que tem apoio russo. Não há dúvidas de que Mahmoud Ahmadinejad deseja construir bombas nucleares para, no futuro, atacar Israel. Qual outra razão motivaria o presidente iraniano a desenvolver tecnologia nuclear com tanta pressa, a ponto de enfrentar até a ONU?

Vejamos o que diz Ezequiel 38:2-6:

"Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal. E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada. Persas, etíopes, e os de Pute com eles, todos com escudo e capacete Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do extremo norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo."

Segundo os historiadores, estes povos correpondem a:

Gogue e Magogue: Rússia
Persas: Países Árabes (inclusive o Irã)
Etíopes ou Cuxe: Etiópia
Pute: Líbia
Gômer e Togarma: Turquia e Irã, pois estes povos correspondem aos territórios destes destes dois atuais países

Fiquemos atentos, porque a Bíblia não especifica se a profecia de Ezequiel 38 terá lugar antes ou depois do Arrebatamento. Isso significa, sem sombras de dúvida, de que o Arrebatamento está na iminência de ocorrer.

Nota: Queremos deixar claro que não temos nada contra o povo iraniano ou qualquer outro povo de origem árabe ou russa. Os acontecimentos aqui citados dizem respeito a governos, líderes, manobras políticas vindas de governantes, e não ao povo em geral. Nosso papel é alertar a respeito do cumprimento das profecias bíblicas que antecedem o Arrebatamento, a Tribulação e o Aparecimento Glorioso de Cristo.

Clique aqui e aprenda mais sobre este sinal do fim dos tempos.

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

25/01/2007 - Irã admite ter recebido mísseis de proteção aérea da Rússia

11/12/2006 - Presidente diz que Irã chegará ao topo da tecnologia nuclear

20/10/2006 - "Israel foi criado para engolir a região", diz Ahmadinejad

25/09/2006 - Vice-presidente do Irã viaja à Rússia para assinar acordo nuclear

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2004 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias