Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 19 de setembro de 2007

http://www.estadao.com.br/internacional/not_int53659,0.htm

China se prepara para um dos maiores tufões dos últimos anos

Em Xangai, 200 mil pessoas que vivem em casas precárias começaram a ser retiradas do litoral

O tufão Wipha --que poderá ser o mais destrutivo da década na China--destruiu ao menos 669 casas e deixou cerca de 5 milhões de pessoas das áreas próximas à Wenzhou e Taizhou sem eletricidade ao atingir a China nesta quarta-feira.

De acordo com a agência de notícias Xinhua, Wipha já causou prejuízos diretos de 2,93 bilhões de iuanes (US$ 38 milhões).

Wipha atingiu Xangai, com ventos de 162 km/h, às 2h30 desta quarta-feira (15h30 desta terça-feira em Brasília), segundo informações da agência oficial Xinhua e da France Presse.

"É a primeira vez em dez anos que o olho de um tufão atinge Xangai", disse Ding Ruoyang, um dos responsáveis do escritório municipal de meteorologia da cidade chinesa.

Autoridades chinesas haviam retirado de suas casas mais de 2 milhões de habitantes.

Nesta quarta-feira, um homem morreu eletrocutado no norte de Xangai após pisar em uma poça na qual havia caído uma caixa elétrica, informaram autoridades locais. Wipha chegou na madrugada desta quarta-feira à Província de Zhejiang, causando chuvas, inundações e prejudicando o tráfego aéreo, mas causando poucos danos em Xangai.

Ontem, um trabalhador morreu e outro ficou gravemente ferido em Taipé devido a fortes ventos causados pelo tufão, informou o Centro de Gerenciamento de Desastres de Taiwan.

O Wipha passará a 100 quilômetros de Xangai na noite de hoje, segundo meteorologistas. O fenômeno se desloca a uma velocidade de 25 km/h. Às 9h [22h de terça-feira, em Brasília], ele se encontrava a uma distância de 300 quilômetros de Xangai.

Xangai e as Províncias costeiras de Zhejiang e Fujian divulgaram ontem alertas de tufão e pedidos para que embarcações evitem a região, segundo a agência de notícias Xinhua.

Cerca de 30 mil barcos de pescas da Província buscaram abrigo em portos na noite desta segunda-feira. A circulação de trens também foi suspensa na região.

A chegada do tufão atingiu também a seleção brasileira de futebol feminino, que disputa o Mundial na China. O jogo que estava marcado para esta quarta-feira contra a Dinamarca em Hangzhou foi adiado, assim como a disputa entre Noruega e Gana, em Xangai.

A pior tempestade a atingir a costa da China nos últimos anos foi o tufão Winnie, em 1997, que matou 236 pessoas. O tufão Rananim, que causou ventos de mais de 160 km/h, foi o mais forte tufão a atingir a China desde 1956, provocando a morte cerca de 200 pessoas.

Após chegar ao continente, Wipha perdeu força e se transformou em tempestade tropical.

Segundo o Centro de Meteorologia de Zhejiang, os ventos causados por Wipha diminuíram para uma velocidade de 118 km/h. Ontem, Wipha chegou ao grau de supertufão, com ventos de até 198 km/h, mas já perdeu parte da força antes de atingir o litoral. Ele voltou ser considerado um "tufão severo", com ventos de 180 km/h, segundo os dados mais recentes.

Transtornos - Em Xangai, cidade de 20 milhões de habitantes, escolas foram fechadas e linhas ferroviárias e outros transportes foram suspensos devido às fortes chuvas e ventos.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Clique aqui e saiba mais sobre o relacionamento entre tornados, furacões, alterações no clima da terra e o fim dos tempos.

Novo! Temporada de furacões de 2007

Novo! Temporada de tufões de 2007

Clique aqui para estudar sobre os sinais do tempo do fim

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

17/08/2007 - Furacão Dean leva fortes ventos e causa destruição no Caribe

14/08/2007 - Furacão e terremoto deixam Havaí em estado de emergência

30/07/2007 - Aquecimento global causa proliferação de furacões

11/06/2007 - Inundações deixam ao menos 66 mortos na China

17/05/2007 - Oceano pode estar perdendo capacidade de absorver CO2

29/01/2007 - Indonésia pode perder 2 mil ilhas para o efeito estufa

17/08/2006 - Tufão Saomai deixa 325 mortos na costa chinesa

15/12/2005 - Desastres naturais dos últimos 12 meses mataram 350 mil

19/10/2005 - Furacão Wilma atinge categoria 5 com ventos até 282 km/h

07/10/2005 - Furacão Stan faz 225 mortos na América Central e no México

20/09/2005 - Rita pode se transformar em furacão perto da Flórida e Cuba

06/09/2005 - Tufão Nabi chega ao Japão com ventos de 144 km/h

01/09/2005 - Tufão Talim deixa dois mortos e 39 feridos em Taiwan

29/08/2005 - Furacão Katrina já tocou o solo na Costa da Louisiana

27/07/2005 - Inundações paralisam centro econômico da Índia

24/06/2005 - Aquecimento global pode trazer El Niño permanente

06/01/2005 - Tornado atinge fazenda em Campinas

13/12/2004 - Países insulares pedem ajuda para deter elevação do mar

13/12/2004 - País cumpre meta e reduz agressão à camada de ozônio

20/10/2004 - Tufão provoca mortes no Japão

29/09/2004 - Tempestade tropical deixa 5 mortos no Japão

23/09/2004 - Tempestades devastam o Haiti; mais de 1000 mortos

17/09/2004 - Número de mortes causadas pelo furacão Ivan chega a 88

09/09/2004 - Furacão Ivan devasta ilha de Granada; 9 mortos

02/09/2004 - Flórida remove centenas de milhares do caminho de furacão

30/08/2004 - Furacão mata três e deixa 30 feridos no Japão

25/08/2004 - Tufão Aere mata 3 pessoas no Japão e Taiwan

13/08/2004 - Tufão deixa 115 mortos e mais de 1000 feridos na China

13/08/2004 - Furacão Charley chega a Cuba com ventos de 165km/h

27/07/2004 - Frio no Peru mata pelo menos 46 crianças

22/07/2004 - Inundações na China: 381 mortos e 100 mil desabrigados

06/07/2004 - Tempestade tropical mata 15 pessoas em Taiwan; calor mata na Espanha

21/06/2004 - Tufão mata 3, fere 7 e deixa 3 desaparecidos no Japão

15/06/2004 - Tempestade mata seis e deixa 200 desaparecidos em Bangladesh

Últimas Notícias