Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de 03 de dezembro de 2007

http://www.estadao.com.br/internacional/not_int89593,0.htm

Chávez perde em referendo sobre perpetuação no poder

CARACAS - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, sofreu uma derrota eleitoral inédita na sua carreira, com a rejeição em referendo de uma reforma constitucional que lhe permitiria disputar a reeleição indefinidamente e aprofundar sua "revolução socialista".

O "não" obteve 50,7 por cento dos votos no domingo e o "sim" ficou com 49,49 por cento, segundo resultados divulgados na madrugada de segunda-feira.

Imediatamente, seguidores da oposição tomaram as ruas de Caracas com seus carros, bandeiras, buzinas e gritos. Muitos consideravam que a Venezuela havia escapado por pouco da imposição de um regime autoritário.

"A reforma teria feito algumas mudanças assustadoras no país", disse em êxtase Astrid Badell, 18 anos, tirando da boca um apito verde de plástico. "Teria sido praticamente uma cópia da Constituição cubana, e isso seria um grande passo para trás."

Embora Chávez continue popular e poderoso, essa foi a primeira derrota sofrida por ele em nove anos.

O auto-intitulado revolucionário socialista, aliado incondicional de Cuba, admitiu a derrota, mas disse que vai "continuar a batalha para construir o socialismo". Declarou ainda que a proposta segue "viva", o que sinaliza uma intenção de insistir nela.

"Não é nenhuma derrota, para mim este é outro 'por enquanto"', declarou Chávez, repetindo a frase que disse em 1992 ao admitir o fracasso do golpe tentado por ele, então tenente-coronel pára-quedista do Exército.

Em seu pronunciamento no palácio de Miraflores, Chávez não parecia desanimado. Pediu aos seguidores que não se entristecessem e desejou "Feliz Natal" a todos.

"Ouvi a voz do povo e vou sempre ouvi-la", afirmou.

Estudantes, ONGs, grupos empresariais, partidos de oposição, o clero católico, alguns antigos aliados e até a ex-mulher de Chávez, normalmente leal a ele, haviam se manifestado contra a reforma constitucional.

"A Venezuela disse 'não' ao socialismo. A Venezuela disse 'sim' à democracia", afirmou Leopoldo López, popular prefeito de um dos distritos de Caracas.

Admirado nas favelas e zonas rurais pobres da Venezuela, Chávez, de 53 anos, não esconde seu desejo de governar até morrer. Mas, sem uma reforma constitucional, terá de deixar o poder em 2013.

Três ministros haviam dito antes que Chávez venceria o referendo por uma margem de pelo menos seis pontos percentuais -- vantagem que foi sumindo conforme os resultados iam sendo divulgados.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Já havíamos alertado desde o início de 2007 que Satanás está tentando ressuscitar o comunismo na América Latina (leia a mensagem para 2007 clicando aqui ), porque ele sabe que a América Latina está prestes a experimentar um mover de Deus como nunca antes.

Hugo Chávez sofreu uma derrota importantíssima ontem, mas foi por pouco. Para quem não sabe, o comunismo é o sistema político que mais matou cristãos nos séculos XX e XXI em todos os países onde foi implantado. Em outras palavras, o espírito de anticristo já está atuando no sentido de tentar preparar o terreno para quando o anticristo em pessoa surgir.

Há outro detalhe muito importante: Hugo Chávez é aquele que tem aliança com Mahmoud Ahmadnejad, o presidente iraniano, que tem frequentemente ameaçado Israel, instigando ainda mais a tensão no Oriente Médio. Prestem muita atenção nesses detalhes: orem para que o espírito anti-semita caia por terra. A nossa oração deve ser pela restauração da Paz em Jerusalém, pela reconciliação entre árabes e judeus no fim dos tempos (Isaías 19:23-25). Isso é bíblico e manifestações opostas às promessas da Palavra caracterizam indícios de espírito de anticristo.

Igrejas, orem pelas nações! Orem e levantem-se como guerreiros do fim dos tempos! Há uma grande colheita de almas para Cristo nos anos a seguir, mas também há governos da América Latina que estão se alinhando com falsas religiões a fim de tentar paralisar o mover de Deus em suas respectivas nações. Prestem atenção aos notíciários! Convoquem reuniões de intercessão em suas igrejas. Nós, como igreja de Jesus Cristo na terra, temos responsabilidade sobre isso e não podemos fugir dela.

O nosso apelo a vocês, irmãos e irmãs, é para que vocês não se atenham somente às suas questões locais em suas reuniões de intercessão. Apresentem também as nações, preparem o caminho do Senhor (Isaías 40:3)

A Paz do Senhor a Todos!