Notícia do jornal "Folha de São Paulo" de  6 de dezembro de 2007

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ambiente/ult10007u352230.shtml

Metade da Amazônia pode cair até 2030

A mudança climática e o desmatamento já estão empurrando a floresta amazônica rumo à transformação em savana, e até 2030 metade da mata será derrubada, explorada por madeireiros ou afetada pela seca. A previsão é de um relatório feito por um dos maiores especialistas em ecologia amazônica, o americano Daniel Nepstad.

Intitulado "Os Ciclos Viciosos da Amazônia", o documento, encomendado pela ONG WWF, tem dados científicos novos e um objetivo político: levar a agenda da redução das emissões por desmatamento (REDD, na sigla em inglês) para as negociações do acordo que substituirá o Protocolo de Kyoto após 2012. Espera-se que a COP-13, a Conferência do Clima de Bali, aborde isso, e que a manutenção da estabilidade do clima pela conservação de florestas entre na pauta.

Mas mesmo a delegação brasileira, maior interessada em incluir a redução do desmatamento no acordo, parece ter posição contraditória. Apesar de o governo já ter manifestado a vontade de ver um fundo de compensação por desmate reduzido funcionando antes de 2012, membros da delegação têm expressado dúvidas.

Na terça, Thelma Krug, secretária brasileira de Mudanças Climáticas, havia dito que era "prematuro" incluir florestas no acordo -foi corrigida ontem pelo chefe da delegação, Luiz Alberto Figueiredo Machado, para quem a secretária fora "infeliz" na colocação.

Logo depois, Sergio Serra, embaixador extraordinário para mudança do clima, disse que o Brasil não quer ver as florestas na negociação. "Para a delegação brasileira, Bali não é o fórum de discutir se floresta entra ou não." Pare ele, é uma "reunião de processo", ou seja, não define modos de ação.

Cenário apocalíptico - O relatório do WWF dá um tom de urgência ao debate ao afirmar que o ponto de não-retorno da Amazônia --ou seja, o momento a partir do qual a floresta se transforma em savana e não volta mais- pode estar mais perto do que se pensava.

Até agora, modelos de clima e de vegetação têm mostrado que o colapso da floresta deveria acontecer só depois de 2080. Cruzando um modelo de desmatamento com novos dados sobre exploração madeireira e sobre chuvas ao longo dos últimos dez anos, além de tendências recentes de expansão da cana, da soja e da pecuária, Nepstad produziu o que ele chama de "um dos piores cenários que eu já vi em 23 anos de Amazônia": a savanização ocorrendo nos próximos 15 a 25 anos, com a emissão de 15 a 25 bilhões de toneladas de carbono até o final do período --algo como quatro vezes o que o Kyoto se propôs a cortar.

A seca prevista para a Amazônia pode já ter se instalado. No nordeste de Mato Grosso, onde Nepstad mantém um projeto de pesquisa, 2007 foi um ano atípico, muito seco e muito quente. '"Normalmente faz 32C na sombra da mata no verão [época de seca]. Neste ano fez 38C", diz. A fumaça das queimadas pode estar colaborando para secar a floresta, ao inibir a formação de nuvens.

Nepstad assume que os cenários propostos por ele --a área desmatada crescendo de 17% para 31% e a área seca ou danificada pelo corte seletivo chegando a 24% da mata-- são parciais, baseados em só cinco anos de dados de desmatamento e dez de precipitação. Mas afirma que "em vários sentidos o relatório é conservador".

Políticas como a REDD poderiam ajudar a evitar a catástrofe. Com ela, seria possível, por exemplo, pagar pecuaristas para não desmatarem.

"Duas faces" - Em referência à cobrança para o Brasil reduzir suas emissões, o chanceler Celso Amorim disse ontem que países ricos possuem "duas faces".

"Há uma face de bom moço, de quem está defendendo as causas benéficas para o mundo [o ambiente], e uma face, que em geral fica escondida, que é a face protecionista", afirmou, aludindo às tarifas sobre biocombustíveis e à pressão da Europa de exportar pneus reformados. "É preciso saber com que voz eles falam na Conferência de Bali e com que voz eles falam na OMC [Organização Mundial do Comércio]."

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Clique aqui e saiba mais sobre o relacionamento entre tornados, furacões, alterações no clima da terra e o fim dos tempos.

Novo! Temporada de furacões de 2007

Novo! Temporada de tufões de 2007

Clique aqui para estudar sobre os sinais do tempo do fim

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

18/11/2007 - Ciclone Sidr arrasa o maior manguezal do mundo em Bangladesh

09/11/2007 - Elevação no nível do mar põe Grã-Bretanha e Holanda em alerta

19/09/2007 - China se prepara para um dos maiores tufões dos últimos anos

17/08/2007 - Furacão Dean leva fortes ventos e causa destruição no Caribe

14/08/2007 - Furacão e terremoto deixam Havaí em estado de emergência

30/07/2007 - Aquecimento global causa proliferação de furacões

11/06/2007 - Inundações deixam ao menos 66 mortos na China

17/05/2007 - Oceano pode estar perdendo capacidade de absorver CO2

29/01/2007 - Indonésia pode perder 2 mil ilhas para o efeito estufa

17/08/2006 - Tufão Saomai deixa 325 mortos na costa chinesa

15/12/2005 - Desastres naturais dos últimos 12 meses mataram 350 mil

19/10/2005 - Furacão Wilma atinge categoria 5 com ventos até 282 km/h

07/10/2005 - Furacão Stan faz 225 mortos na América Central e no México

20/09/2005 - Rita pode se transformar em furacão perto da Flórida e Cuba

06/09/2005 - Tufão Nabi chega ao Japão com ventos de 144 km/h

01/09/2005 - Tufão Talim deixa dois mortos e 39 feridos em Taiwan

29/08/2005 - Furacão Katrina já tocou o solo na Costa da Louisiana

27/07/2005 - Inundações paralisam centro econômico da Índia

24/06/2005 - Aquecimento global pode trazer El Niño permanente

06/01/2005 - Tornado atinge fazenda em Campinas

13/12/2004 - Países insulares pedem ajuda para deter elevação do mar

13/12/2004 - País cumpre meta e reduz agressão à camada de ozônio

20/10/2004 - Tufão provoca mortes no Japão

29/09/2004 - Tempestade tropical deixa 5 mortos no Japão

23/09/2004 - Tempestades devastam o Haiti; mais de 1000 mortos

17/09/2004 - Número de mortes causadas pelo furacão Ivan chega a 88

09/09/2004 - Furacão Ivan devasta ilha de Granada; 9 mortos

02/09/2004 - Flórida remove centenas de milhares do caminho de furacão

30/08/2004 - Furacão mata três e deixa 30 feridos no Japão

25/08/2004 - Tufão Aere mata 3 pessoas no Japão e Taiwan

13/08/2004 - Tufão deixa 115 mortos e mais de 1000 feridos na China

13/08/2004 - Furacão Charley chega a Cuba com ventos de 165km/h

27/07/2004 - Frio no Peru mata pelo menos 46 crianças

22/07/2004 - Inundações na China: 381 mortos e 100 mil desabrigados

06/07/2004 - Tempestade tropical mata 15 pessoas em Taiwan; calor mata na Espanha

21/06/2004 - Tufão mata 3, fere 7 e deixa 3 desaparecidos no Japão

15/06/2004 - Tempestade mata seis e deixa 200 desaparecidos em Bangladesh

Últimas Notícias