Notícia do jornal "Folha de São Paulo" de 9 de janeiro de 2008

http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u361536.shtml

Bush chega a Israel para visita histórica à região

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, chegou nesta quarta-feira ao aeroporto Ben Gurion, em Tel Aviv, para sua primeira visita a Israel e à Cisjordânia desde que chegou à Casa Branca.

Bush foi recebido no aeroporto pelo primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, e o presidente do país, Shimon Peres.

"Estou contente por estar aqui", afirmou Bush, enquanto cumprimentava os líderes. "Nós vemos uma nova oportunidade para a paz na Terra Santa e para a liberdade em toda a região".

Bush passará três dias na região em uma tentativa de impulsionar as negociações de paz retomadas na conferência internacional de Annapolis, em novembro passado.

O presidente americano se reunirá hoje com Olmert e Peres, que estão particularmente interessados em discutir a questão do Irã. Tanto Israel como os Estados Unidos consideram o país uma ameaça para a estabilidade da região.

Peres chegou a pedir a Bush ajuda para "deter a loucura do Irã, Hizbollah e Hamas".

Olmert e Bush concederão uma entrevista coletiva conjunta às 13h55 (no horário de Brasília) na residência do primeiro-ministro, em Jerusalém Ocidental.

As ruas em torno ao hotel King David, reservado inteiramente para Bush, sua secretária de Estado, Condoleezza Rice, e o restante da delegação americana, estão bloqueadas.

Mais de 10 mil efetivos fazem a segurança da delegação americana em Jerusalém, enquanto outros 4.000 estarão desdobrados em Ramala, onde Bush se reunirá na quinta-feira com o presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, e outros líderes palestinos.

Bush é o quarto presidente americano a visitar Israel, depois de Richard Nixon em 1974, Jimmy Carter em 1979 e Bill Clinton, em 1998.

Bush viajará na sexta-feira à tarde ao Kuait, de onde partirá para Bahrein, Emirados Árabes, Arábia Saudita e Egito. Ele voltará a Washington no dia 16.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Mesmo com a visita de George W. Bush a Israel como tentativa de continuidade da conferência em Annapolis, em novembro de 2007, há pouquíssimas chances de avanços em acordos de paz, propriamente ditos. Os lados árabe e judeu já declararam à imprensa que dificilmente farão acordos.

Sabemos, pela profecia bíblica, que o anticristo será a pessoa que concretizará um falso acordo de paz com Israel em Daniel 9:27, iniciando o período de Tribulação. Portanto, as manobras que ocorrem hoje, as tentativas de acordo, são na realidade uma preparação para o cenário desse futuro próximo.

Uma observação importante: orar pela paz em Jerusalém não significa ser a favor de Israel e contra os árabes, como muitos deduzem e acabam, por fim, discriminando os árabes. Nossa luta não é contra as pessoas (Efésios 6:12). Lembrem-se que Ismael e Isaque pertencem à mesma semente de Abraão. E Deus promete unir os povos novamente no final dos tempos, durante o Reino Milenar de Cristo, conforme Isaías 19:19-25:

"Naquele tempo o Senhor terá um altar no meio da terra do Egito, e uma coluna se erigirá ao Senhor, junto da sua fronteira. E servirá de sinal e de testemunho ao Senhor dos Exércitos na terra do Egito, porque ao Senhor clamarão por causa dos opressores, e ele lhes enviará um salvador e um protetor, que os livrará. E o Senhor se dará a conhecer ao Egito, e os egípcios conhecerão ao Senhor naquele dia, e o adorarão com sacrifícios e ofertas, e farão votos ao Senhor, e os cumprirão. E ferirá o Senhor ao Egito, ferirá e o curará; e converter-se-ão ao Senhor, e mover-se-á às suas orações, e os curará; 23 Naquele dia haverá estrada do Egito até à Assíria, e os assírios virão ao Egito, e os egípcios irão à Assíria; e os egípcios servirão com os assírios. Naquele dia Israel será o terceiro com os egípcios e os assírios, uma bênção no meio da terra. Porque o Senhor dos Exércitos os abençoará, dizendo: Bendito seja o Egito, meu povo, e a Assíria, obra de minhas mãos, e Israel, minha herança."

Vocês podem até pensar: "Mas se Deus já vai fazer isso mesmo, porque preciso orar pela paz de Jerusalém?". A resposta é que a intercessão muda a história, e a intercessão nesse sentido poderá muito bem acelerar a volta de Cristo e o cumprimento dessa profecia de reconciliação entre árabes e judeus! Houve muita intercessão (desde 1814) antes de se fundar o Estado de Israel em 1948 - o processo foi acelerado - o Estado de Israel é uma realidade! E será assim também se intercedermos pelo Oriente Médio, porque Deus nunca muda e Ele cumpre Sua Palavra!

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

04/12/2007 - Israel acredita que Irã retomou programa nuclear de armas

26/11/2007 - Veja as questões centrais do conflito israelense-palestino

06/11/2007 - Israel define Conferência da Paz para final de novembro

24/09/2007 - Irã não atacará Israel nem qualquer outro país, diz presidente

06/09/2007 - Irã diz ter fechado acordo sobre usina nuclear; Rússia nega

23/05/2007 - Irã desafia ONU e intensifica programa nuclear, diz AIEA

18/04/2007 - Ahmadinejad ameaça 'cortar as mãos' de agressores do Irã

25/01/2007 - Irã admite ter recebido mísseis de proteção aérea da Rússia

11/12/2006 - Presidente diz que Irã chegará ao topo da tecnologia nuclear

20/10/2006 - "Israel foi criado para engolir a região", diz Ahmadinejad

25/09/2006 - Vice-presidente do Irã viaja à Rússia para assinar acordo nuclear

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2005 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias