Notícia do jornal "Folha de São Paulo" de 18 de março de 2008

http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u383131.shtml

Alemães sentem "vergonha" pelo Holocausto, diz Merkel em Israel

A chanceler alemã Angela Merkel fez nesta terça-feira um discurso em alemão no Knesset, o Parlamento de Israel, e afirmou que os alemães sentem uma grande "vergonha" pelo Holocausto na Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

"O assassinato em massa de seis milhões de judeus, feito em nome da Alemanha, trouxe sofrimento indescritível ao povo judeu, à Europa e a todo o mundo. O shoah (termo usado pelos israelenses para designar o Holocausto) enche os alemães de vergonha", disse.

"Eu me curvo diante dos sobreviventes e diante de todos os que os ajudaram a sobreviver. O rompimento com a civilização trazido pelo shoah não tem paralelos. Deixou feridas que ainda são sentidas hoje."

Merkel começou seu discurso em hebraico, agradecendo aos parlamentares israelenses pelo convite, e fez o restante do pronunciamento em sua língua.

Segundo a correspondente da BBC em Jerusalém Katya Adler, alguns legisladores israelenses boicotaram o discurso de Merkel em protesto por ela falar no Parlamento em alemão -que consideram ser a linguagem do Holocausto.

Fato inédito - Merkel é a primeira chefe de governo da Alemanha a discursar no Parlamento de Israel.

A premiê alemã afirmou que sua visita ocorre em um momento histórico, quando Israel se prepara para comemorar os 60 anos de sua fundação.

"Estou convencida de que apenas quando a Alemanha admitir sua permanente responsabilidade pela maior catástrofe moral de sua história, poderemos criar um futuro humanista."

"Em outras palavras, a humanidade cresce a partir da responsabilidade pelo passado", disse a chanceler.

Comércio - Apesar das declarações da chanceler, a correspondente Katya Adler afirma que a visita de Merkel trata mais de assuntos presentes do que do passado.

A Alemanha é o principal parceiro de comércio de Israel na Europa.

E também tem as mesmas preocupações de Israel no que diz respeito ao programa nuclear do Irã.

Os dois países acabaram de assinar um acordo bilateral que fortalece os laços políticos, culturais, econômicos e de segurança.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Talvez alguns não dêem tanta importância ao assunto, mas esta notícia é, seguramente, fruto das intercessões pela paz em Jerusalém. O resultado verdadeira da intercessão será sempre a reconciliação. Finalmente, estamos vendo esboços de nações que estão se alinhando a Israel no fim dos tempos. Podem ter certeza de que esta declaração da chanceler alemã chegou aos ouvidos de Deus e, por isso, a Alemanha experimentará do melhor Dele em um futuro próximo.

O fato inédito que ocorreu hoje em Israel é um marco importantíssimo e um primeiro passo para que mais nações façam o mesmo, no futuro. Por isso, temos que intensificar nossas orações pela paz em Jerusalém.

Uma observação importante: orar pela paz em Jerusalém não significa ser a favor ddos judeus e contra os árabes, como muitos deduzem e acabam, por fim, discriminando os árabes. Nossa luta não é contra as pessoas (Efésios 6:12). Lembrem-se que Ismael e Isaque pertencem à mesma semente de Abraão. E Deus promete reconciliar os povos novamente no final dos tempos, durante o Reino Milenar de Cristo, conforme Isaías 19:19-25:

"Naquele tempo o Senhor terá um altar no meio da terra do Egito, e uma coluna se erigirá ao Senhor, junto da sua fronteira. E servirá de sinal e de testemunho ao Senhor dos Exércitos na terra do Egito, porque ao Senhor clamarão por causa dos opressores, e ele lhes enviará um salvador e um protetor, que os livrará. E o Senhor se dará a conhecer ao Egito, e os egípcios conhecerão ao Senhor naquele dia, e o adorarão com sacrifícios e ofertas, e farão votos ao Senhor, e os cumprirão. E ferirá o Senhor ao Egito, ferirá e o curará; e converter-se-ão ao Senhor, e mover-se-á às suas orações, e os curará; 23 Naquele dia haverá estrada do Egito até à Assíria, e os assírios virão ao Egito, e os egípcios irão à Assíria; e os egípcios servirão com os assírios. Naquele dia Israel será o terceiro com os egípcios e os assírios, uma bênção no meio da terra. Porque o Senhor dos Exércitos os abençoará, dizendo: Bendito seja o Egito, meu povo, e a Assíria, obra de minhas mãos, e Israel, minha herança."

Vocês podem até pensar: "Mas se Deus já vai fazer isso mesmo, porque preciso orar pela paz de Jerusalém?". A resposta é que a intercessão muda a história, e a intercessão nesse sentido poderá muito bem acelerar a volta de Cristo e o cumprimento dessa profecia de reconciliação entre árabes e judeus! Houve muita intercessão (desde 1814) antes de se fundar o Estado de Israel em 1948 - o processo foi acelerado - o Estado de Israel é uma realidade! E será assim também se intercedermos pelo Oriente Médio, porque Deus nunca muda e Ele cumpre Sua Palavra!

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

25/02/2008 - Ato contra bloqueio de Israel em Gaza forma corrente humana

30/01/2008 - Irã aproxima-se de auge nuclear, diz Ahmadinejad

17/01/2008 - Oriente Médio está prestes 'a explodir' contra Israel, diz Irã

14/01/2008 - Israel considera 'todas as opções' para impedir um Irã nuclear

09/01/2008 - Bush chega a Israel para visita histórica à região

04/12/2007 - Israel acredita que Irã retomou programa nuclear de armas

26/11/2007 - Veja as questões centrais do conflito israelense-palestino

06/11/2007 - Israel define Conferência da Paz para final de novembro

24/09/2007 - Irã não atacará Israel nem qualquer outro país, diz presidente

06/09/2007 - Irã diz ter fechado acordo sobre usina nuclear; Rússia nega

23/05/2007 - Irã desafia ONU e intensifica programa nuclear, diz AIEA

18/04/2007 - Ahmadinejad ameaça 'cortar as mãos' de agressores do Irã

25/01/2007 - Irã admite ter recebido mísseis de proteção aérea da Rússia

11/12/2006 - Presidente diz que Irã chegará ao topo da tecnologia nuclear

20/10/2006 - "Israel foi criado para engolir a região", diz Ahmadinejad

25/09/2006 - Vice-presidente do Irã viaja à Rússia para assinar acordo nuclear

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2005 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias