Notícia do jornal "O Estado de São Paulo" de  14 de maio de 2008

http://www.estadao.com.br/internacional/not_int172550,0.htm

Ahmadinejad diz que Israel está perto da 'aniquilação'

Presidente iraniano afirma que comemoração do aniversário de 60 anos tentam salvar o 'sinistro regime' da morte

TEERÃ - O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, declarou nesta quarta-feira, 14, que Israel está morrendo e as comemorações do 60.º aniversário da criação do Estado são uma tentativa de evitar sua "aniquilação". O comentário ocorre em um momento no qual o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, visita Israel.

"O regime sionista está morrendo", disse Ahmadinejad durante um discurso no norte do Irã. "Os criminosos acham que, ao fazer comemorações, podem salvar o sinistro regime sionista (Israel) da morte e da aniquilação." O presidente linha-dura usou a palavra árabe "ismihlal", que pode ser traduzida como destruição, morte ou colapso.

O Irã não reconhece Israel, e Ahmadinejad várias vezes já pediu a destruição do Estado judeu. A troca de insultos se intensificou em 2005, quando Ahmadinejad disse que Israel deveria ser "varrido do mapa do Oriente Médio". O iraniano já chegou a se referir ao Holocausto - o massacre de milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial pelos nazistas - como um "mito".

Israel considera o Irã uma ameaça por causa de seu programa nuclear e de seu arsenal de mísseis. Israel e os Estados Unidos acusam Teerã de desenvolver em segredo um programa nuclear bélico. O Irã nega e assegura que suas usinas atômicas têm fins estritamente pacíficos de geração de energia elétrica.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações) 

Mais uma vez o presidente iraniano faz declarações polêmicas acerca do Estado de Israel. Tais comentários somente contribuem para instigar a raiva entre árabes e judeus. O Irã está se mostrando cada vez mais posicionado dentro da aliança inimiga de Israel no fim dos tempos, em Ezequiel 38. Por isto, é extremamente importante que entendamos o que está ocorrendo no Oriente Médio. Muitos ficam do lado dos judeus, outros dos palestinos nesta hora. Na realidade, a questão é bem mais profunda do que isto.

Sugerimos que vocês leiam as declarações polêmicas do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad clicando aqui. O posicionamento anti-semita do presidente iraniano contribui para a aceleração do cumprimento de Ezequiel 38:12 em um futuro próximo. Além desse fato, todo posicionamento anti-semita (temos o exemplo de Hitler durante o Terceiro Reich e a 2ª. Guerra Mundial) é uma das estratégias do espírito do anticristopara o final dos tempos. Portanto, temos que estar em alerta e orar pela Paz em Jerusalém (veja o texto mais adiante neste comentário). O clima no Oriente Médio é de extrema hostilidade, e  a Igreja de Jesus Cristo na terra não pode ignorar o fato.

O profeta Ezequiel escreve acerca de uma aliança inimiga em Ezequiel 38 que tentará invadir Israel no final dos tempos. Ezequiel 38:2-6 diz o seguinte:

"Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal. E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada. Persas, etíopes, e os de Pute com eles, todos com escudo e capacete Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do extremo norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo."

Segundo os historiadores, estes povos correpondem a:

Gogue e Magogue: Rússia
Persas: Países Árabes (inclusive o Irã)
Etíopes ou Cuxe: Etiópia
Pute: Líbia
Gômer e Togarma: Turquia e Irã, pois estes povos correspondem aos territórios destes destes dois atuais países

Fiquemos atentos, porque a Bíblia não especifica se a profecia de Ezequiel 38 terá lugar antes ou depois do Arrebatamento. Isso significa, sem sombras de dúvida, de que o Arrebatamento está na iminência de ocorrer.

Nota: Queremos deixar claro que não temos nada contra o povo iraniano ou qualquer outro povo de origem árabe ou russa. Os acontecimentos aqui citados dizem respeito a governos, líderes, manobras políticas vindas de governantes, e não ao povo em geral. Nosso papel é alertar a respeito do cumprimento das profecias bíblicas que antecedem o Arrebatamento, a Tribulaçãoe o Aparecimento Glorioso de Cristo.

Clique aqui e aprenda mais sobre este sinal do fim dos tempos.

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

Assista a reportagens sobre Israel e o Oriente Médio clicando aqui.

Uma observação importante: orar pela paz em Jerusalém não significa ser a favor ddos judeus e contra os árabes, como muitos deduzem e acabam, por fim, discriminando os árabes. Nossa luta não é contra as pessoas (Efésios 6:12). Lembrem-se que Ismael e Isaque pertencem à mesma semente de Abraão. E Deus promete reconciliar os povos novamente no final dos tempos, durante o Reino Milenar de Cristo, conforme Isaías 19:19-25:

"Naquele tempo o Senhor terá um altar no meio da terra do Egito, e uma coluna se erigirá ao Senhor, junto da sua fronteira. E servirá de sinal e de testemunho ao Senhor dos Exércitos na terra do Egito, porque ao Senhor clamarão por causa dos opressores, e ele lhes enviará um salvador e um protetor, que os livrará. E o Senhor se dará a conhecer ao Egito, e os egípcios conhecerão ao Senhor naquele dia, e o adorarão com sacrifícios e ofertas, e farão votos ao Senhor, e os cumprirão. E ferirá o Senhor ao Egito, ferirá e o curará; e converter-se-ão ao Senhor, e mover-se-á às suas orações, e os curará; 23 Naquele dia haverá estrada do Egito até à Assíria, e os assírios virão ao Egito, e os egípcios irão à Assíria; e os egípcios servirão com os assírios. Naquele dia Israel será o terceiro com os egípcios e os assírios, uma bênção no meio da terra. Porque o Senhor dos Exércitos os abençoará, dizendo: Bendito seja o Egito, meu povo, e a Assíria, obra de minhas mãos, e Israel, minha herança."

Vocês podem até pensar: "Mas se Deus já vai fazer isso mesmo, porque preciso orar pela paz de Jerusalém?". A resposta é que a intercessão muda a história, e a intercessão nesse sentido poderá muito bem acelerar a volta de Cristo e o cumprimento dessa profecia de reconciliação entre árabes e judeus! Houve muita intercessão (desde 1814) antes de se fundar oEstado de Israel em 1948- o processo foi acelerado - o Estado de Israel é uma realidade! E será assim também se intercedermos pelo Oriente Médio, porque Deus nunca muda e Ele cumpre Sua Palavra!

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

08/05/2008 - Israel inicia comemorações dos 60 anos de sua fundação

28/03/2008 - Israel quer retomar negociações de paz com Síria, diz ministro

18/03/2008 - Alemães sentem "vergonha" pelo Holocausto, diz Merkel em Israel

25/02/2008 - Ato contra bloqueio de Israel em Gaza forma corrente humana

30/01/2008 - Irã aproxima-se de auge nuclear, diz Ahmadinejad

17/01/2008 - Oriente Médio está prestes 'a explodir' contra Israel, diz Irã

14/01/2008 - Israel considera 'todas as opções' para impedir um Irã nuclear

09/01/2008 - Bush chega a Israel para visita histórica à região

04/12/2007 - Israel acredita que Irã retomou programa nuclear de armas

26/11/2007 - Veja as questões centrais do conflito israelense-palestino

06/11/2007 - Israel define Conferência da Paz para final de novembro

24/09/2007 - Irã não atacará Israel nem qualquer outro país, diz presidente

06/09/2007 - Irã diz ter fechado acordo sobre usina nuclear; Rússia nega

23/05/2007 - Irã desafia ONU e intensifica programa nuclear, diz AIEA

18/04/2007 - Ahmadinejad ameaça 'cortar as mãos' de agressores do Irã

25/01/2007 - Irã admite ter recebido mísseis de proteção aérea da Rússia

11/12/2006 - Presidente diz que Irã chegará ao topo da tecnologia nuclear

20/10/2006 - "Israel foi criado para engolir a região", diz Ahmadinejad

25/09/2006 - Vice-presidente do Irã viaja à Rússia para assinar acordo nuclear

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2005 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair

Últimas Notícias