Notícia do jornal "Folha de São Paulo" de 18 de agosto de 2010

EUA retiram tropas de combate do Iraque

Iraque As últimas tropas de combate dos Estados Unidos estão deixando o Iraque em um comboio para o Kuait, mais de sete anos após a invasão liderada pelos americanos derrubar o ditador iraquiano, Saddam Hussein, informou nesta quarta-feira a imprensa americana.

Um jornalista da rede NBC viajando junto com o comboio disse que os soldados da 4ª Brigada de Ataque devem dirigir durante a noite a caminho do Kuait. "Assim que todos esses soldados deixarem o Iraque, a Operação Liberdade Iraquiana, a missão de combate no Iraque, estará terminada", disse ele.

Os EUA estão programados para reduzir suas tropas no Iraque a 50 mil até 31 de agosto.

A NBC disse que os soldados que permaneceram no país estarão em missão de treinamento.

Há atualmente cerca de 55 mil soldados americanos no Iraque, comparados a cerca de 140 mil quando Barack Obama assumiu o governo, em janeiro de 2009.

O Departamento de Defesa americano informou que até esta quarta-feira foram registradas 4.419 mortes de militares americanos desde a invasão do Iraque.

PASSAGEM DO BASTÃO - No dia 7 de agosto, os americanos repassaram a responsabilidade sobre todas as tarefas de combate no Iraque para as forças de segurança do país, em mais um sinal de que a retirada dos Estados Unidos prossegue apesar do impasse político iraquiano e do aumento recente da violência.

"Hoje é um dia muito importante pois continuamos a progredir na direção de passar toda a responsabilidade para as forças de segurança iraquianas", disse o general Raymond Odierno, comandante militar norte-americano no Iraque, depois da cerimônia de despedida da última brigada de combate dos EUA.

Durante a cerimônia, uma divisão militar iraquiana fez demonstrações de medidas de segurança. Ataques a bomba, entre outros, permanecem parte do dia a dia do país, apesar de a violência ter diminuído desde o pior momento do conflito, em 2006 e 2007.

Apesar de a última brigada de combate ter passado as tarefas para as forças iraquianas, ficarão seis brigadas norte-americanas no Iraque depois do fim mês. Essas brigadas passarão a treinar e a apoiar as forças iraquianas, quando os EUA assumirão formalmente um papel de aconselhamento no país.

PROMESSA - Em sua campanha eleitoral, Obama prometeu pôr fim à guerra de forma responsável, e como presidente ele tem sido explícito em assegurar aos americanos que nenhum soldado americano em serviço vai continuar no Iraque após 1º de janeiro de 2012.

Apesar de a violência ter reduzido drasticamente desde o pico de violência sectária em 2006 e 2007, o Iraque ainda é extremamente frágil. A dificuldade dos partidos iraquianos para formar um governo de coalizão cinco meses depois das eleições criou um vazio político no país, que o deixa vulnerável às tensões sociais.

A guerra no Iraque durou mais do que a guerra civil dos EUA, o envolvimento dos EUA na Primeira Guerra, e mais do que a Segunda Guerra. Pesquisas de opinião mostram que os americanos estão cansadas de quase uma década de guerra no Afeganistão e no Iraque.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

O Iraque, mesmo após um bom tempo desde a morte de Saddam Hussein, continua sendo cenário de conflito no Oriente Médio. O governo atual não consegue colocar pontos finais nos atentados e muito menos consegue estabilizar a segurança do país. Exatamente esse é o cenário propício para que, no futuro, o anticristo sedie seu governo mundial durante os sete anos de Tribulação. O anticristo estabelecerá a sede política seu governo mundial na Babilônia reconstruída.

Uma observação importante: a Babilônia, situada a 80km ao sul de Bagdá, aparece muitas vezes no livro do Apocalipse como a cidade-sede do governo do anticristo. Algumas linhas teológicas até sugerem que a "Babilônia" mencionada não seria literalmente a Babilônia, situada no Iraque, mas alguma cidade no mundo que tenha forte economia e estrutura para uma sede de governo mundial. Porém, os eventos indicam se tratar de uma Babilônia literal, em conformidade com o que diz a Palavra de Deus. Não é por acaso que o Iraque tem sido centro das atenções mundiais nos últimos 4 anos. Os acontecimentos sérios no Iraque, mesmo após a morte de Saddam Hussein, comprovam o fato.

A Babilônia já foi reconstruída por Saddam Hussein e aberta ao público desde 1983. O anticristo entrará no cenário mundial em breve propondo e realizando falsos sinais, soluções mirabolantes e provavelmente apaziguará todo este conflito no Oriente Médio, enganando a todos e se passando por um excelente diplomata. A situação atual Oriente Médio contribui para a aceleração do cumprimento das profecias bíblicas no tocante ao Final dos Tempos.

Percebam que os sinais continuam acontecendo e convergindo para exatamente o que está escrito na Palavra de Deus.

Três são os passos para o anticristo estabelecer o governo mundial a partir da Babilônia, no atual Iraque. Os passos 1 e 2 da profecia já foram realizados. Resta somente o passo 3, que se cumprirá após o Arrebatamento da Igreja:

  1. A saída de Saddam Hussein do cenário político mundial - passo concluído com a prisão de Saddam e confirmado com sua execução;
  2. A formação do novo governo iraquiano - passo já concluído com o novo governo provisório (pós-queda de Saddam Hussein) e depois consolidado com as eleições gerais de 12 de dezembro de 2005;
  3. O surgimento do anticristo, seu levante como governador mundial estabelecendo Babilônia como sede mundial governamental - próximo passo a ser concluído - a instabilidade no Iraque prova que o caminho está mesmo aberto, já que os americanos se mostraram ineficientes em restabelecer a paz no Iraque

Mas há também uma ótima notícia: Jesus Cristo, o Legítimo Ungido, em seu Aparecimento Glorioso, derrotará o anticristo fulminantemente e estabelecerá seu reino milenar de paz sobre a terra. Jesus assim disse em Mateus 28:18:

"E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra."

Aceite Jesus em sua vida como seu Único Senhor e Salvador, e seja mais que vencedor, assim como Ele é!

A Paz do Senhor a todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

19/06/2007 - Mortos no Iraque chegam a 8.073 em 2007 com ataque de hoje

30/12/2006 - Saddam Hussein é executado na forca

13/12/2006 - Saddam será executado e enterrado em segredo, diz jornal

05/11/2006 - Saddam condenado à morte por enforcamento

01/11/2006 - Iraque está a beira do caos, afirma documento militar

26/07/2006 - Saddam pede para ser morto a tiros em caso de condenação

21/06/2006 - Advogado de Saddam é assassinado em Bagdá

06/12/2005 - Iraque adota medidas de segurança para as eleições

23/06/2005 - Atentados em série deixam 15 mortos no Iraque

25/04/2005 - EUA pressionam Iraque a formar governo; violência continua

06/04/2004 - Curdo Jalal Talabani é o novo presidente do Iraque

08/10/2004 - Bush insiste: derrubar Saddam foi "a coisa certa"

30/06/2004 - Ministro iraquiano defende execução de Saddam

30/06/2004 - Governo do Iraque assume amanhã custódia de Saddam

01/06/2004 - Conselho de Governo do Iraque se dissolve

16/12/2003 - Prisão de Saddam Hussein - por que este fato se encaixa no contexto do final dos tempos?

Últimas Notícias