Notícia do jornal "Folha de São Paulo" de 2 de maio de 2011

Interpol pede que países reforcem a segurança após morte de Bin Laden

ASSISTA AO VÍDEO DESTA NOTÍCIA NO CANAL DO TEMPODOFIM.COM NO YOUTUBE

PaquistãoA Interpol, agência internacional de polícia, advertiu nesta segunda-feira que a morte do líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden, pode levar a represálias pelo mundo e pediu que os países-membros elevem suas medidas de segurança.

"O terrorista internacional mais procurado já não existe. Mas a morte de Bin Laden não representa o fim dos afiliados à Al Qaeda e daqueles inspirados pela Al Qaeda, que promoveram e continuarão a promover ataques terroristas em todo o mundo", advertiu em um comunicado o secretário-geral da organização, Ronald Noble.

"Precisamos por isso permanecer unidos e focados em nossa cooperação e nossa luta em andamento, não apenas contra essa ameaça global, mas também contra o terrorismo promovido por qualquer grupo em qualquer lugar", afirmou Noble.

A Interpol é uma central de informações internacional que auxilia na cooperação de polícias de diferentes países e tem 188 países-membros.

Segundo Noble, a organização está "em alerta total por atos de retaliação se a Al-Qaeda tentar provar que ainda existe".

SEGURANÇA INTENSIFICADA - Vários países também anunciaram medidas para intensificar a segurança após a notícia da morte de Bin Laden.

O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, William Hague, que está no Cairo, no Egito, disse à BBC ter ordenado uma revisão dos sistemas de segurança das embaixadas do país em todo o mundo, por temor de represálias da Al Qaeda.

"Poder haver partes da Al Qaeda que tentarão mostrar nas próximas semanas que ainda estão ativas, como de fato algumas estão", afirmou.

O ministro das Relações Exteriores da França, Alain Juppé, afirmou que a morte de Bin Laden é extremamente simbólica, mas advertiu que há outras pessoas prontas a assumir o lugar de Bin Laden.

"A estrutura da Al Qaeda permanece no lugar e há um número dois e um número três. Já vimos isso no Afeganistão, quando uma rede é desmantelada e logo aparece uma reposição", disse.

"Há grupos descentralizados, que dizem ter ligações com a Al Qaeda, mas que têm certa autonomia e que continuarão seu trabalho. A ameaça do terror não desapareceu, então precisamos permanecer completamente vigilantes", afirmou ele à rádio Europe 1.

ALÍVIO - A chanceler (primeira-ministra) da Alemanha, Angela Merkel, disse ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que está "aliviada" com a morte de Bin Laden, mas advertiu que o terrorismo internacional ainda não foi derrotado.

Segundo ela, "as forças da paz" tiveram sucesso na operação da noite de domingo, mas todos devem se manter vigilantes.

O Japão, outro aliado americano, também anunciou o aumento das medidas de segurança nas bases de suas Forças de Autodefesa por temor de ataques de represália.

O ministro japonês das Relações Exteriores, Takeaki Matsumoto, disse que a morte de Bin Laden é "um progresso significativo das medidas de antiterrorismo", mas advertiu que "isso não é o fim da história".

"É preciso manter o olhar atento sobre as atividades da Al Qaeda, com a comunidade internacional cooperando de maneira próxima e lidando com a questão com firmeza", disse ele.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Não há nada o que se comemorar. O discurso de Obama, hoje, afirmando que o mundo seria um lugar mais seguro após a morte de Bin Laden, é, no mínimo, infeliz. Nada pessoal contra o presidente Obama, mas não há dúvidas de que as organizações terroristas vão se vingar da morte de Bin Laden. Na ocasião do discurso de Obama, a passagem bíblica que veio à nossa mente foi essa:

"Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão." (1 Tessalonicenses 5:3)

Curiosamente, é uma passagem bíblica profética sobre o final dos tempos. Como a Bíblia é milimetricamente exata! As palavras de Jesus jamais hão de envelhecer, de passar. Tal como Jesus havia dito, logo antes de Sua volta haveria guerras e rumores de guerras, conforme registrado em Mateus 24.

A morte de Bin Laden vai seguramente provocar uma escalada de guerras e terrorismo imediatos, cumprindo exatamente à risca cada uma das profecias que Jesus mencionou em Mateus 24.

Saiba mais sobre o sinal das guerras e rumores de guerras clicando aqui

Saiba mais sobre os sinais do tempo do fim clicando aqui

A Paz do Senhor a todos!  

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

02/07/2009 - Coreia do Norte lança mísseis de curto alcance, diz Coreia do Sul 

27/05/2009 - URGENTE: Alerta de Oração pelas Coreias do Norte e do Sul

25/05/2009 - Coreia do Norte faz segundo teste nuclear e lança mísseis

26/08/2008 - Rússia poderá responder militarmente ao escudo anti-mísseis

04/01/2008 - Agentes britânicos chegam ao Paquistão para investigar morte de Bhutto

12/12/2007 - Triplo atentado no Iraque deixa ao menos 26 mortos

13/09/2007 - Explosão mata xeque sunita aliado aos EUA no Iraque

19/06/2007 - Mortos no Iraque chegam a 8.073 em 2007 com ataque de hoje

30/12/2006 - Saddam Hussein é executado na forca

13/12/2006 - Saddam será executado e enterrado em segredo, diz jornal

05/11/2006 - Saddam condenado à morte por enforcamento

01/11/2006 - Iraque está a beira do caos, afirma documento militar

26/07/2006 - Saddam pede para ser morto a tiros em caso de condenação

21/06/2006 - Advogado de Saddam é assassinado em Bagdá

06/12/2005 - Iraque adota medidas de segurança para as eleições

23/06/2005 - Atentados em série deixam 15 mortos no Iraque

25/04/2005 - EUA pressionam Iraque a formar governo; violência continua

06/04/2004 - Curdo Jalal Talabani é o novo presidente do Iraque

08/10/2004 - Bush insiste: derrubar Saddam foi "a coisa certa"

30/06/2004 - Ministro iraquiano defende execução de Saddam

30/06/2004 - Governo do Iraque assume amanhã custódia de Saddam

01/06/2004 - Conselho de Governo do Iraque se dissolve

16/12/2003 - Prisão de Saddam Hussein - por que este fato se encaixa no contexto do final dos tempos?

Últimas Notícias