Notícia do portal Globo.com de 14 de outubro de 2016

Israel suspende cooperação com a Unesco após voto sobre Jerusalém

Israel anunciou nesta sexta-feira (14) a suspensão de sua cooperação com a Unesco, um dia depois de uma votação criticada pelos israelenses sobre um local sagrado de Jerusalém. Do ponto de vista israelense, a decisão é uma negação do vínculo milenar entre os judeus e a cidade, segundo a France Presse.

Na resolução aprovada pelos estados membros da Unesco na quinta-feira (13) Israel é criticada por restringir acesso de muçulmanos a um local, reverenciado por judeus e muçulmanos, que é conhecido por judeus como Monte do Templo e por muçulmanos como al-Aqsa our Haram al-Sharif.

Mas um esboço da mais recente versão da resolução, que é renovada periodicamente, mostra o local repetidamente descrito somente pelos nomes muçulmanos, algo que Israel diz fortalecer uma negação à história judaica, de acordo com a Reuters.

Em uma carta dirigida à diretora geral da Unesco, Irina Bokova, e publicada no Twitter, o ministro israelense da Educação, Naftali Bennett, acusa a organização de dar um "apoio imediato ao terrorismo islâmica" e anuncia a suspensão pela comissão israelense da Unesco de "todas as suas atividades profissionais com a organização internacional".

A decisão significa a rejeição a reuniões com representantes da Unesco ou a participar em conferências internacionais, explicou o ministério, de acordo com a France Presse.

O texto da Unesco, apresentado por sete países árabes, tem o objetivo de "proteger o patrimônio cultural da Palestina e o caráter distintivo de Jerusalém Oriental".

Jerusalém Oriental é a parte palestina de Jerusalém ocupada desde 1967 por Israel, e anexada posteriormente, e que os palestinos aspiram a tornar a capital de seu futuro Estado.

Reação palestina - "Esta é uma mensagem importante para Israel, que deve encerrar sua ocupação e reconhecer o Estado Palestino e Jerusalém como sua capital com seus locais sagrados muçulmanos e cristãos", disse Nabil Abu Rdainah, porta-voz do presidente palestino, Mahmoud Abbas.

Em comunicado divulgado pela agência EFE, o Ministério de Relações Exteriores palestino afirma que essa resolução "tem por objetivo pôr fim às ações perigosas e ilegais de Israel contra os lugares sagrados" da cidade.

"O Estado da Palestina dá as boas-vindas à adoção de duas resoluções na Unesco, que refletem o contínuo compromisso da maioria de seus Estados-membros de confrontar a impunidade e defender os princípios sobre os quais se fundou", diz a nota.

Comentário: (clique sobre os textos em destaque para mais informações)

Continuem intercedendo pela paz em Jerusalém, pela reconciliação entre árabes e judeus. Se você quiser entender melhor o conflito sobre o Oriente Médio tanto do ponto de vista histórico, como do ponto de vista da guerra espiritual, recomendamos os seguintes livros:

  • Ore pela Paz de Jerusalém (Autor: Tom Hess)
  • O Atlas do Oriente Médio (Autor: Dan Smith)

Como cristãos, não podemos permanecer alheios à situação, mas sim temos que entender a mecânica dos acontecimentos no Oriente Médio. Muitos ficam invariavelmente do lado dos judeus, outros dos palestinos nesta hora. Na realidade, a questão é bem mais profunda do que isto.

Uma observação importante: orar pela paz em Jerusalém não significa ser a favor ddos judeus e contra os árabes, como muitos deduzem e acabam, por fim, discriminando os árabes. Nossa luta não é contra as pessoas (Efésios 6:12). Lembrem-se que Ismael e Isaque pertencem à mesma semente de Abraão. E Deus promete reconciliar os povos novamente no final dos tempos, durante o Reino Milenar de Cristo, conforme Isaías 19:19-25:

"Naquele tempo o Senhor terá um altar no meio da terra do Egito, e uma coluna se erigirá ao Senhor, junto da sua fronteira. E servirá de sinal e de testemunho ao Senhor dos Exércitos na terra do Egito, porque ao Senhor clamarão por causa dos opressores, e ele lhes enviará um salvador e um protetor, que os livrará. E o Senhor se dará a conhecer ao Egito, e os egípcios conhecerão ao Senhor naquele dia, e o adorarão com sacrifícios e ofertas, e farão votos ao Senhor, e os cumprirão. E ferirá o Senhor ao Egito, ferirá e o curará; e converter-se-ão ao Senhor, e mover-se-á às suas orações, e os curará; 23 Naquele dia haverá estrada do Egito até à Assíria, e os assírios virão ao Egito, e os egípcios irão à Assíria; e os egípcios servirão com os assírios. Naquele dia Israel será o terceiro com os egípcios e os assírios, uma bênção no meio da terra. Porque o Senhor dos Exércitos os abençoará, dizendo: Bendito seja o Egito, meu povo, e a Assíria, obra de minhas mãos, e Israel, minha herança."

Vocês podem até pensar: "Mas se Deus já vai fazer isso mesmo, porque preciso orar pela paz de Jerusalém?". A resposta é que a intercessão muda a história, e a intercessão nesse sentido poderá muito bem acelerar a volta de Cristo e o cumprimento dessa profecia de reconciliação entre árabes e judeus! Houve muita intercessão (desde 1814) antes de se fundar o Estado de Israel em 1948- o processo foi acelerado - o Estado de Israel é uma realidade! E será assim também se intercedermos pelo Oriente Médio, porque Deus nunca muda e Ele cumpre Sua Palavra!

Estude os sinais do tempo do fim, clicando aqui.

A Paz do Senhor a Todos!

Notícias anteriores relacionadas ao mesmo tema:

02/10/2016 - Shimon Peres teve a maior trajetória política na história de Israe

14/07/2015 - Irã e potências mundiais chegam a acordo nuclear

05/11/2014 - Vladmir Putin lidera lista da 'Forbes' de pessoas mais poderosas

16/09/2012 - Netanyahu: Irã está de 6 a 7 meses de conseguir bomba nuclear

27/05/2012 - Irã enriqueceu urânio acima do limite

13/05/2012 - Não é necessário uma guerra para destruir Israel, diz Ahmadinejad

17/05/2010 - Irã continuará a enriquecer urânio a 20% mesmo com acordo, diz governo

09/05/2010 - Negociações indiretas com Israel começaram, diz representante palestino

07/02/2010 - Ahmadinejad anuncia que ordenou começo do enriquecimento de urânio

18/09/2009 - Países criticam declaração "repugnante" de Ahmadinejad sobre Holocausto

04/08/2009 - Hillary lamenta expulsão de palestinos de Jerusalém Oriental

20/05/2009 - Irã diz ter lançado foguete capaz de atingir Israel e bases americanas 

19/05/2009 - Obama pede que Israel interrompa construção de assentamentos

30/04/2009 - Israel convoca embaixador do Brasil para protestar

01/04/2009 - Premiê alerta que Israel pode atacar Irã se pressão por desnuclearização falhar

28/03/2009 - Premier israelense propôs troca de territórios para a paz, diz Autoridade Palestina

24/03/2009 - Jornal britânico denuncia crimes de guerra de Israel em Gaza

03/03/2009 - Em Israel, Hillary promete lutar por um Estado palestino

02/02/2009 - Hamas é favorável à trégua de 1 ano com Israel

18/01/2009 - Exército israelense diz que iniciou retirada da Faixa de Gaza

05/01/2009 - Exército israelense avança sobre Gaza, mas não impede ataque de foguetes do Hamas

28/12/2008 - Israel ataca e número de mortos em Gaza sobe para 271

20/10/2008 - Kadafi visitará Moscou para negociar US$ 2 bilhões em armas

01/10/2008 - Líder do Irã diz que Israel caminha rumo à destruição

26/09/2008 - Israel 'pediu sinal verde aos EUA para atacar Irã', diz jornal

09/07/2008 - Irã testa míssil que pode alcançar Israel

22/06/2008 - Irã dará resposta 'devastadora' a qualquer ataque, diz ministro

02/06/2008 - Presidente do Irã diz que Israel vai 'desaparecer do mapa'

14/05/2008 - Ahmadinejad diz que Israel está perto da 'aniquilação'

08/05/2008 - Israel inicia comemorações dos 60 anos de sua fundação

28/03/2008 - Israel quer retomar negociações de paz com Síria, diz ministro

18/03/2008 - Alemães sentem "vergonha" pelo Holocausto, diz Merkel em Israel

25/02/2008 - Ato contra bloqueio de Israel em Gaza forma corrente humana

30/01/2008 - Irã aproxima-se de auge nuclear, diz Ahmadinejad

17/01/2008 - Oriente Médio está prestes 'a explodir' contra Israel, diz Irã

14/01/2008 - Israel considera 'todas as opções' para impedir um Irã nuclear

09/01/2008 - Bush chega a Israel para visita histórica à região

04/12/2007 - Israel acredita que Irã retomou programa nuclear de armas

26/11/2007 - Veja as questões centrais do conflito israelense-palestino

06/11/2007 - Israel define Conferência da Paz para final de novembro

24/09/2007 - Irã não atacará Israel nem qualquer outro país, diz presidente

06/09/2007 - Irã diz ter fechado acordo sobre usina nuclear; Rússia nega

23/05/2007 - Irã desafia ONU e intensifica programa nuclear, diz AIEA

18/04/2007 - Ahmadinejad ameaça 'cortar as mãos' de agressores do Irã

25/01/2007 - Irã admite ter recebido mísseis de proteção aérea da Rússia

11/12/2006 - Presidente diz que Irã chegará ao topo da tecnologia nuclear

20/10/2006 - "Israel foi criado para engolir a região", diz Ahmadinejad

25/09/2006 - Vice-presidente do Irã viaja à Rússia para assinar acordo nuclear

23/08/2006 - Resposta "complexa" do Irã pode causar racha no Conselho de Segurança

03/08/2006 - Presidente do Irã diz que solução do Oriente Médio é fim de Israel

01/08/2006 - Irã rejeita resolução da ONU sobre urânio

02/05/2006 - Irã anuncia novo processo nuclear e ameaça Israel

24/04/2006 - Irã considera retirada de Tratado de Não-proliferação Nuclear

12/04/2006 - EUA querem "fortes medidas" contra o Irã

15/03/2006 - Irã anuncia acordo com a Rússia para encerrar polêmica nuclear

20/02/2006 - Irã e Rússia iniciam negociações sobre programa nuclear

11/01/2006 - EUA e Europa criticam retomada de programa nuclear do Irã

14/12/2005 - Presidente iraniano diz que Holocausto é um mito

17/11/2005 - Irã reconhece que satélite é capaz de espionar Israel

27/10/2005 - Presidente do Irã diz que Israel é "mancha vergonhosa"

27/04/2005 - Vladimir Putin chega a Israel em visita histórica

24/03/2005 - Kadafi ridiculariza israelenses e palestinos em cúpula árabe

01/03/2005 - Rússia se diz obrigada a ajudar programa nuclear iraniano

18/02/2004 - Putin promete mais e melhores armas para a Rússia

19/12/2003 - Kadafi promete abandonar armas proibidas, diz Blair